Antes de 'maratona', Volpi vê São Paulo no auge sob Fernando Diniz

Ainda no embalo da goleada sobre o Oeste, no sábado, o goleiro Tiago Volpi afirmou nesta quarta-feira que o São Paulo vive o seu auge sobre o comando do técnico Fernando Diniz, que assumiu a equipe no fim de setembro do ano passado. Na sua avaliação, o time chegará em bom momento na estreia na Copa Libertadores, na próxima semana.

"Sim, acho que esse é o nosso auge com o Diniz", disse o goleiro, diante de pergunta na entrevista coletiva. "Mas que esse nosso auge possa estar no final da temporada também, a gente brigando por títulos. A tendência é sempre evoluir. Para o momento a gente tem assimilado bem. Está notório o quanto a equipe tem crescido. Tem que seguir evoluindo para chegar no final do ano e colher os frutos deste trabalho que a gente está fazendo."

Volpi não poupou elogios ao treinador, que soma cinco meses à frente da equipe. "Só tenho coisas boas para falar sobre o Diniz. Manifesto minha opinião sobre ele desde o ano passado. Se eu já era um fã de ver as equipes dele jogando antes, agora trabalhando com ele sou mais ainda, por conhecer o dia a dia, pelo caráter e pela forma com que ele trata todos os jogadores."

O bom momento, na avaliação de Volpi, coincide com uma maratona de jogos da equipe. Serão sete num período de apenas 21 dias. "Já vínhamos conversando desde o início de fevereiro, que tínhamos que aproveitar ao máximo cada treinamento, porque quando entrasse março a rotina de jogos seria muito grande. Então, é algo que a gente está encarando com naturalidade e não temos tempo para ficar incomodados com a questão dos jogos."

E um dos principais será justamente a estreia na Libertadores, contra o Binacional, no Peru, no dia 5 de março. "Desde o ano passado a gente pensa nisso, na hora da estreia da Libertadores. Falta praticamente uma semana para o jogo contra o Binacional. Então, está todo mundo com muita vontade de começar a competição. A gente ainda tem o jogo no Paulistão. Temos de nos concentrar ao máximo no que temos de fazer no domingo, mas lógico pensando que semana que vem é um grande compromisso", projetou o goleiro.

Antes da estreia, o São Paulo terá pela frente no domingo a Ponte Preta, no Morumbi, pelo Paulistão. "Neste momento, a gente está pensando na Ponte Preta, em fazer um grande jogo, manter a liderança do grupo e nos aproximar cada vez mais da liderança geral do campeonato. Então por mais que exista essa ansiedade pela Libertadores, a gente como profissional sabe dividir muito bem as competições."