Esportes Animado, Santos encara Juventude na Vila e busca 4ª vitória seguida na temporada

Animado, Santos encara Juventude na Vila e busca 4ª vitória seguida na temporada

Depois de emplacar três vitórias seguidas na temporada e confirmar sua vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, o Santos quer manter o embalo e a consistência que mostrou nos jogos anteriores para subir na tabela do Brasileirão. Neste sábado, às 19 horas, o adversário é o Juventude, na Vila Belmiro, pela terceira rodada da competição.

O time de Fernando Diniz estreou com derrota dura para o Bahia, mas se recuperou diante do Ceará. Soma três pontos e ocupa o 12º lugar. Agora, tem um novo compromisso em casa para vencer a segunda no Brasileirão e a quarta seguida na temporada.

A ideia é deixar os sobressaltos para trás e aproveitar a fragilidade do rival que ainda não venceu no torneio para ganhar mais uma antes dos dois próximos compromissos complicados diante de Fluminense e São Paulo.

"Coletivamente o Santos reagiu nos últimos jogos. Estamos sofrendo menos gol, o elenco foi incorporado com peças importantes e o time entendeu bem a ideia do Fernando Diniz. Temos tudo para embalar", avalia o zagueiro Luan Peres, um dos destaques da equipe e o jogador que mais atuou com a camisa santista na temporada. São 21 jogos disputados e 1.890 minutos em campo até aqui.

Satisfeito com as últimas atuações e sem novos desfalques, o técnico Fernando Diniz pode repetir a escalação do Santos pela terceira vez seguida. O treinado esperar para saber se poderá contar com Lucas Braga, que continua em transição após lesão muscular na coxa esquerda.

É provável que o atacante ainda não volte neste sábado, bem como o meia Vinicius Zanocelo, contratado recentemente vindo do Mirassol e que passa por fortalecimento muscular antes de ficar à disposição. Certo é que Copete não joga mais pelo time da Vila Belmiro. Maior artilheiro estrangeiro da história do time paulista em seus cinco anos na equipe, o colombiano não resistiu à forte concorrência da base santista e não teve seu contrato renovado, deixando o clube em acordo amigável, ciente da falta de espaço.

O Juventude tem algumas marcas para serem quebradas neste sábado. Além de buscar a primeira vitória desde o retorno à elite, o time gaúcho joga para encerrar um tabu histórico contra o Santos fora de casa.

Nas nove vezes que foi até a Baixada Santista, o Juventude teve quatro empates e cinco derrotas. O último confronto entre os dois times na Vila Belmiro foi realizado em 2007 e terminou com vitória do Santos, por 1 a 0.

Além de quebrar o tabu, a vitória neste sábado não permitiria a entrada do Juventude na zona de rebaixamento. O time gaúcho aparece na beira da degola, em 16º lugar, com apenas um ponto conquistado nas duas primeiras rodadas.

Apesar do Juventude ter sido goleado pelo Athletico-PR, por 3 a 0, em Caxias do Sul, na última rodada, o técnico Marquinhos Santos não pensa em mexer na formação titular. A única dúvida está na defesa, pois Rafael Foster sentiu um desconforto na coxa.

Se Foster não tiver condições de jogo, Marquinhos Santos pode promover a estreia de Didi. Contratado na semana passada, o ex-zagueiro de Ferroviária e Guarani foi relacionado pela primeira vez.

Últimas