Esportes Andressa Alves acredita na troca de experiências na preparação para a Olimpíada

Andressa Alves acredita na troca de experiências na preparação para a Olimpíada

A seleção brasileira feminina segue os treinamentos de preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Veterana nas listas da treinadora sueca Pia Sundhage, a meia-atacante Andressa Alves acredita que o período de convocação vai servir para as atletas trocarem experiências e se dedicarem por completo.

Por conta de restrições de viagem devido à pandemia de covid-19, a seleção não pôde realizar amistosos preparatórios para Tóquio-2020 nesta Data Fifa de abril. Algumas jogadoras que atuam na Europa ficaram ausentes da convocação e Andressa Alves, que joga na Roma, na Itália, foi a única que conseguiu se reunir no Brasil com o elenco.

"Eu sei que o pessoal do staff fez todo o possível para a gente jogar. Mas sabemos a realidade que o Brasil e a dificuldade que está tendo de jogadoras que atuam na Europa virem ao Brasil e vice-versa. Infelizmente, não conseguimos fazer nenhum amistoso, mas dá para aproveitar esse tempo que vamos ter aqui na Granja. Tenho certeza que vai acrescentar muito e a gente vai poder se preparar melhorando nas áreas que precisamos", comentou a meia-atacante.

Com a lista repleta de jogadoras atuantes no Brasil, a jogadora da Roma foi questionada sobre o desejo de voltar à pisar em gramados brasileiros. Andressa Alves não negou a vontade de retornar e ainda aproveitou para opinar sobre as características em campo do estilo de jogo no país e no exterior.

"Eu penso em voltar para o Brasil, minha família é daqui. Mas, no momento, eu ainda tenho muita coisa para aprender na Europa. Eu não quero voltar apenas para encerrar minha carreira. Eu penso em voltar e jogar em alto nível por, pelo menos, uns dois ou três anos. Não tem muita diferença de estar na Europa ou no Brasil, você tem que se preparar 100%, não importa o ambiente que você esteja. O estilo de jogo brasileiro e europeu são um pouco diferentes. Mas eu sinto, aqui na Seleção, que as meninas são super preparadas e chegaram muito bem. A cada treino a intensidade é muito alta", concluiu.

O período de preparação da seleção brasileira na Granja Comary, que começou na última segunda-feira, se estenderá até o próximo dia 13.

Últimas