Esportes Álex Palou conquista a pole do GP de Portland; O'Ward e Newgarden ficam para trás

Álex Palou conquista a pole do GP de Portland; O'Ward e Newgarden ficam para trás

O GP de Portland, 14ª etapa da Fórmula Indy, terá Álex Palou como pole position no domingo. Em busca de recuperar a liderança da temporada, o catalão fez a melhor volta da Fast Six, em 58s770, e garantiu o primeiro lugar no grid, seguido por Alexander Rossi, em segundo lugar, e Scott Dixon, com a terceira colocação. Rivais de Palou na disputa do título, Pato O'Ward e Josef Newgarden vão largar mais para trás.

A fase final da classificação, que coloca os seis melhores dos treinos anteriores para disputar a pole, teve ainda Felix Rosenqvist em quarto, Graham Rahal em quinto e Colton Herta em sexto. Atual líder do ranking geral, O’Ward ficou de fora do Fast Six, mas não ficou tão longe dos primeiros colocados, já que conseguiu garantir a sétima colocação durante a segunda fase.

Ed Jones, Oliver Askew, Marcus Ericsson, Max Chilton e Sebastien Bourdais, também eliminados na segunda fase, formam a fila atrás de O’Ward no grid, fechando o Top 12. Josef Newgarden, terceiro colocado da classificação geral e vencedor da última etapa, em St. Louis, não passou da fase de grupos e vai largar na 18ª posição.

Quem também ficou mais para baixo do grid foi o brasileiro Hélio Castroneves, que terminou em nono lugar dentro do seu grupo durante a primeira fase e acabou eliminado. Com isso, ele vai largar logo abaixo de Newgarden, em 19º lugar.

Já Rinus Veekay e Takuma Sato, que perderam seis posições por terem realizado trocas não autorizadas de motor, vão largar em 22º e 24º lugar, respectivamente. Os dois brigam nos primeiros blocos da classificação geral: Sato é o décimo e VeeKay é o 11º.

CENÁRIO - A pole position conquistada neste sábado é uma boa oportunidade para Alex Palou tentar se recolocar na primeira colocação. Ele tem 425 pontos, dez a menos que o líder Pato O’Ward, que tem 435, e 22 a mais que Newgarden, terceiro colocado, Scott Dixon, com 392, e Marcus Ericsson, com 375, fecham as cinco primeiras colocações do ranking.

Últimas