Esportes Abel valoriza reação do Palmeiras no Paulista e rodagem do elenco

Abel valoriza reação do Palmeiras no Paulista e rodagem do elenco

Treinador português do time alviverde fala em "copo meio cheio" após perda do título para o São Paulo, neste domingo (23)

Agência Estado - Esportes
Abel Ferreira valoriza reação do Palmeiras no estadual e força do elenco

Abel Ferreira valoriza reação do Palmeiras no estadual e força do elenco

VAN CAMPOS/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO - 23.5.2021

O técnico Abel Ferreira adotou um tom otimista e preferiu "ver o copo meio cheio" ao fazer um balanço sobre a participação do Palmeiras no Paulistão, mesmo após o título perdido neste domingo. Em coletiva de imprensa depois da derrota por 2 a 0 para o São Paulo, no Morumbi, o agora treinador vice-campeão paulista valorizou a reação palmeirense ao longo da disputa e defendeu a estratégia de jogar com times alternativos durante quase todo o Estadual.

"Foi um campeonato de todos para todos. Não foi um campeonato de titulares, reservas ou sub-20. Jogou Vinícius, jogou Jailson, jogou Weverton, jogou Michel... é só vocês verem a quantidade de jogadores que utilizamos e valorizar tudo isso. Tenho grande orgulho do que nós fizemos e do percurso até chegar à final. Em determinada altura estava perdido, mas é preciso acreditar", salientou o português.

Com foco na Libertadores, o treinador rodou bastante o elenco desde o início do Paulistão, dando muito espaço para jovens das categorias de base. Diante desse cenário, o desempenho na primeira fase foi de muita oscilação, tanto que a vaga nas quartas de final só veio na última rodada, após vitória sobre a Ponte Preta combinada à derrota do Novorizontino para o Corinthians.

Apesar dos altos e baixos na fase de grupos, Abel se mostrou satisfeito com a trajetória do time, principalmente pelo desempenho nas fases seguintes: vitória por 1 a 0 sobre o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, e triunfo por 2 a 0 no clássico contra o Corinthians, na Neo Química Arena.

"Conseguimos passar às quartas, jogamos contra uma equipe competitiva, que é o Bragantino, na casa deles, e ganhamos bem. Em seguida, enfrentamos um dos nossos maiores rivais, também na casa deles, e ganhamos bem, com todo mérito e competência. Com todo mérito chegamos na final, e temos que aceitar que o adversário foi mais competente", destacou.

O treinador palmeirense também lembrou o sucesso recente da equipe em outras finais, que terminaram com os títulos da Copa do Brasil, da Libertadores e do Paulistão na temporada passada. Segundo ele, o título perdido hoje, mesmo se tratando de um clássico, não pode apagar as conquistas. Ainda assim, o português disse aceitar as críticas.

"Prefiro chegar e ganhar, mas prefiro chegar. Para chegar é preciso trabalhar e ter competência. Temos estado em todas as finais. Quem quiser valorizar, valoriza o processo, o caminho. Quem quiser criticar porque perdemos as finais, podem criticar, porque, de fato, perdemos umas, mas ganhamos outras", reforçou. "Umas vezes chorei, outras vezes perdi. Mas mil emoções eu vivi".

O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira, no Allianz Parque, onde recebe o Universitario, do Peru, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. O time paulista já está classificado em primeiro lugar do Grupo A, com 12 pontos, e briga para avançar como líder geral.

São Paulo vence Palmeiras e faz a festa no Morumbi. Veja as imagens:

Últimas