Esportes Abel Hernández vê Fluminense vivo na Copa do Brasil após derrota. 'Série aberta'

Abel Hernández vê Fluminense vivo na Copa do Brasil após derrota. 'Série aberta'

O Fluminense perdeu por 2 a 1 do Criciúma, no Estádio Heriberto Hulse, nesta terça-feira, em duelo de ida da Copa do Brasil. Depois de ficar atrás do placar com 2 a 0, a equipe carioca conseguiu descontar em um pênalti cobrado por Abel Hernández. O atacante afirmou após o jogo que a importância de seu gol só será confirmada no duelo de volta, no sábado. Mas diz que deixou o confronto indefinido e com a equipe carioca viva.

"A importância do gol vamos saber na próxima partida. Temos 90 minutos ainda no Maracanã, a série está aberta", avaliou o atacante uruguaio. Com desvantagem mínima, o Fluminense precisará de dois gols para avançar diretamente. Um resultado mínimo leva decisão aos pênaltis.

"Sabíamos que a equipe do Criciúma fecharia bastante os espaços desde o início do jogo. Tentamos trabalhar a bola o tempo todo. No primeiro gol, infelizmente a bola acabou desviando. Se não desviasse ia acabar nas mãos do Marcos Felipe. Depois disso, tivemos que correr atrás do prejuízo, mas não conseguimos chegar ao empate", completou o lateral-direito Samuel Xavier.

Os dois times voltam a se encontrar no próximo sábado, desta vez no Estádio do Maracanã, às 16h30. O duelo irá acontecer no final de semana por conta de um ajuste na tabela, já que o Fluminense irá encarar o Cerro Porteño, do Paraguai, na terça-feira, pela rodada de volta das oitavas de final da Libertadores, em jogo que foi remarcado por conta da morte do filho do ex-lateral Arce, atual técnico do time paraguaio.

Se entrarão necessitando da vitória na Copa do Brasil, os cariocas podem até perder por um gol de diferença na Libertadores que avançam para encarar o Barcelona do Equador, nas quartas de final, após triunfo por 2 a 0 em Assunção.

Últimas