Esportes Abel Ferreira dispensa apostas e deseja 'jogadores prontos' para o Palmeiras

Abel Ferreira dispensa apostas e deseja 'jogadores prontos' para o Palmeiras

Além de cobrar um posicionamento público da diretoria do Palmeiras em determinadas situações, Abel Ferreira passou outro recado aos dirigentes. Ele afirmou que quer reforços "prontos", que cheguem e vistam a camisa, e não mais apostas.

"Não quero usar erros do passado. Quero jogadores prontos, que façam a diferença, não para formar", enfatizou. Não há, na opinião do treinador, a necessidade de investir mais em atletas que precisam ser lapidados e desenvolvidos porque já existem jovens oriundos da base e outros que estão na iminência de subir ao profissional que podem se encaixar nesse perfil sem ter de ir ao mercado.

"Para formar eu tenho a base e jogam os moleques", disse o treinador. "Se é para trazer com potencial, vamos dar chance a base. Quero pronto. Os que quiserem vir e o clube possa contratar".

A política de deixar de investir em medalhões e passar a trazer apostas existe desde a gestão de Maurício Galiotte e foi continuada sob Leila Pereira. No ano passado, o clube trouxe atletas como Rafael Navarro e Flaco López pensando num retorno técnico e financeiro. Eles não entregaram, por enquanto, o esperado e agora o treinador português reforçou que precisa de jogadores formados.

"Não precisa ser o técnico a dar o aval. Não contratamos para o treinador. Contratamos para o clube. Tem o aval da presidente, do diretor e do scout. Tem o aval de todo mundo", avisou ele, sinalizando que, mesmo sem contratações nesta temporada, o clube está no caminho certo. O elenco, porém, se enfraqueceu, já que Danilo e Gustavo Scarpa saíram.

"Eu acho que já demos provas que seguiremos o nosso caminho, com trovão e chuva. Estamos conseguindo endireitar o clube em todos os aspectos. Clube está se esforçando para trazer jogadores".

Ele, porém, pediu calma aos torcedores que pedem, ansiosos, reforços. "Que fiquem calmos e tranquilos. Não consigo entender ansiedade fora. Não vamos ganhar sempre. Gostamos de filé mignon, mas também precisamos comer coxinha de frango. Seguir um bom caminho para não cometer erros do passado. Precisamos ser criteriosos".

Últimas