Futebol

5/1/2014 às 07h21 (Atualizado em 5/1/2014 às 08h02)

Ídolo do futebol português, Eusébio morre aos 71 anos vítima de parada cardiorrespiratória

Ex- jogador, conhecido como Pantera Negra, foi um dos destaques da Copa de 1966

Do R7

Eusébio morreu na madrugada deste domingo (5) em Portugal getty images

O futebol português está em luto com a morte do maior jogador da sua história. Aos 71 anos, Eusébio morreu nesta madrugada vítima de uma parada cardiorrespiratória. O Pantera Negra, como era conhecido, foi o principal responsável pela terceiro lugar da seleção local na Copa do Mundo de 1966.

A saúde de Eusébio já mostrava sinais de fragilidade desde junho de 2012, quando sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) e passou algum tempo internado no Hospital da Luz.

Conhecido pela sua velocidade e técnica, o ex-jogador fez história com a camisa do Benfica, onde ficou por 15 dos seus 22 anos como jogador profissional e marcou 638 gols em 614jogos oficiais.

O currículo de Eusébio também era vitorioso: 11 títulos nacionais, cinco Copas de Portugal e uma Liga dos Campeões.
 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!