Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

O grande erro de Tiago Leifert. Mandar a polícia 'bater' no presidente da torcida do Atlético. Recomenda a violência contra a violência

O apresentador Tiago Leifert erra ao recomendar que a polícia 'bata' no presidente da torcida do Atlético Mineiro, que ameçou o chileno Vargas, por ida à balada. Sem pensar, Leifert recomendou violência contra violência

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Thiago Leifert pede à polícia que bata no presidente da torcida do Atlético. Violência contra violência
Thiago Leifert pede à polícia que bata no presidente da torcida do Atlético. Violência contra violência

São Paulo, Brasil

Formado em jornalismo e psicologia.

Oito anos trabalhando no esporte da TV Globo.

Um dos principais comunicadores do país, foi grande responsável por misturar entretenimento com futebol.

Publicidade

Influenciou a maneira da cobertura diária do principal esporte brasileiro.

Migrou e ficou nove anos no entretenimento da Globo.

Publicidade

Tornou-se apresentador do The Voice Kids, do Big Brother Brasil.

Até que decidiu não renovar contrato.

Publicidade

E foi transmitir e comentar jogos pela internet.

Criou no YouTube o programa 3 na Área, que trata de futebol, de maneira mais descontraída, solta. 

Comenta os assuntos que escolhe com seu parceiro, Edu Fui Clear, e um convidado.

Tiago ficou indignado ao saber que membros da principal torcida do Atlético Mineiro foram ao Clube Chalezinho, em Belo Horizonte, atrás de Vargas, que estava no domingo à noite, na sua folga, em uma balada.

A Galoucura tem uma "rede de informações" de WhatsApp batizada de Disk-Balada. Ela é acionada quando qualquer jogador do Atlético Mineiro é visto em casas noturnas. Pouco importa se é sua folga ou não. Os torcedores vão expulsá-lo e obrigá-lo a voltar para casa. Ainda mais neste ano, em que o clube faz péssima temporada.

O atacante chileno teria sido avisado da chegada próxima dos torcedores e foi embora.

O presidente da Galoucura, Josimar Júnior, gravou um vídeo, na frente do Clube Chalezinho, ao lado de outros torcedores.

E ameaçou o jogador.

"Todo jogador tem o direito de viver sua vida e nós não estamos nem f*** se não estiver rendendo. Mas este filho de uma p*** não está arrumando nada no Galo e ainda quer ficar só na cachaça, está achando que o dinheiro do Galo é o quê?

"Parada é o seguinte para a diretoria: se esse cara não rescindir o contrato, o bagulho vai ficar louco. E isso não é ameaça, não. Mas para jogador que vem aqui para beber, como Vargas, Patrick e Edenilson, BH vai ficar um clima não é nem hostil, é desagradável.

“A gente larga família, larga filho, larga tudo em casa porque o nosso objetivo é o Galo. Então, BH não vai ser área de lazer, não. Nós chegamos aqui na boate e ele [Vargas] largou o pé. Se chegar aqui em BH e ficar no rolê, os pulgas vão encostar. Vai tomar no ... , Vargas."

Josias ameaça publicamente Vargas, jogador do Atlético. Leifert, sem querer, ajudou a divulgar a intimidação
Josias ameaça publicamente Vargas, jogador do Atlético. Leifert, sem querer, ajudou a divulgar a intimidação

Tiago Leifert não se conformou e tratou de responder a Josias. 

“Esse menino [Josias] é terapeuta. Ele é um psicólogo e ele está dando um conselho para o Vargas. Ele é coach de carreira. Ele é coach!

"Você, que a gente não sabe quem é, você tem que estar preso, tem que ir para a cadeia.

"Você tem que apanhar da polícia e ir para a cadeia.

"Tem que botar uma algema em você!

“Você está largando a família pra ir lá ameaçar o Vargas, você está doente, meu irmão. Você tá doente. Vai procurar ajuda. Você está maluco. O futebol não é seu. O Galo não é seu. O dinheiro do Galo não é seu, cai na real. Esses caras são completamente doentes e ninguém nota. Tem que expulsar esses caras da torcida organizada. Tem que expulsar."

Leifert conseguiu exatamente o contrário do que queria.

Ganhou inúmeras críticas por recomendar à polícia que batesse no presidente da Galoucura.

E ainda deu notoriedade a Josias.

O torcedor aproveitou e desafiou o apresentador para uma briga pública.

"E aí, rapaziadinha? Ô, amigão, você como uma pessoa pública falando de agressão e tudo, incentivando a violência. Você mexe com o público, na Globo, não faz isso não. Está rolando vários campeonatos de ‘X1’ aí legalizado, troca soco, entendeu? Te dou 10 socos de frente, já que você fica incentivando a violência."

O X1 é um campeonato de lutas marciais que ganhou notoriedade ao ser transmitido pela TV Cazé.

Lógico que não haverá luta alguma.

Mas Leifert precisa repensar a sua atuação na internet.

Por mais descontraído que seja seu programa, tudo o que fala tem repercussão.

E, mais, o peso da responsabilidade em ser figura pública.

Ao recomendar que a polícia bata no presidente da torcida do Atlético, ele opta pela violência contra a violência.

Quem perde é o futebol.

Quem perde é a sociedade.

Sem querer, Tiago incentiva os torcedores a continuar suas caçadas pela noite.

Como já acontece com várias organizadas no Brasil todo.

E muitos clubes, coniventes, se calam.

Já que não podem tolher seus jogadores nas noites de folga...

Ronaldinho? Atacante sul-africana impressiona por semelhança com o craque brasileiro

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.