Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Pepê trisca o pódio na Copa do Mundo de caiaque cross

Pedro Gonçalves disputou a final do caiaque cross na Copa do Mundo de Augsburgo, mas cometeu uma falta na baliza 5 e terminou em 4º...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

A medalha escapou! Na manhã deste domingo (2) aconteceu as disputas do caiaque cross na Copa do Mundo de canoagem slalom de Augsburgo, na Alemanha. Por lá, o Brasil esteve muito perto do pódio com Pedro Gonçalves chegando à final na categoria masculina. No entanto, Pepê acabou cometendo uma falta na decisão, e terminou em quarto lugar.

O Caiaque Cross é uma nova modalidade olímpica que entra no programa em Paris. Também conhecida como caiaque extremo, a modalidade apresenta um formato de disputa diferente do C1 e K1. A competição se divide em várias baterias classificatórias, que contam com até quatro atletas saindo juntos da rampa. Os obstáculos verde e vermelho são mais largos. Na parte de maior profundidade, o atleta precisa fazer um giro de 360 graus. Por fim, os dois atletas com melhor tempo se classificam para a disputa seguinte até a final. O melhor tempo dá o direito a escolher a melhor posição na próxima descida.

A medalha bateu na trave

Campeão Pan-Americano e medalhista de bronze no Mundial de Praga, Pedro Gonçalves esteve perto de mais um pódio no caiaque cross. O brasileiro dominou as baterias classificatórias, ficando duas vezes em primeiro e uma vez em segundo lugar para se classificar à grande final da modalidade.

Publicidade

Na decisão, ele teve como adversários o francês Mathurin Madore, o suíço Marx Dimitri e o neozelandês Finn Butcher. Pepê largou bem na disputa e esteve no páreo na briga por medalha. No entanto, ele sofreu uma penalidade ao cruzar a baliza 5 e terminou em 4º lugar.

Já pela disputa feminina, Ana Sátila e Omira Estácia foram as representantes do Brasil no caiaque cross na Copa do Mundo de canoagem slalom. No entanto, as duas foram eliminadas nas primeiras fases da competição. Ana Sátila chegou até a chave inicial, mas na primeira disputa ela acabou em terceiro lugar e não passou para as quartas. Por outro lado, Omira participou na tomada de tempo e não passou para as chaves iniciais.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.