Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Nadadores de Porto Alegre vão ao pódio no Troféu Brasil

Com delegação reduzida após as enchentes no Rio Grande do Sul, GNU foi ao Troféu Brasil de natação e foi ao pódio dos 1500m livre com...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

Rio de Janeiro - As enchentes que atingem o Rio Grande do Sul mudaram o planejamento de vários atletas. O time do Grêmio Náutico União, clube de Porto Alegre tradicional na natação brasileira, mudou o seu itinerário e veio para o Troféu Brasil/Seletiva Olímpica no Rio de Janeiro apenas com quatro atletas. Em busca de um recomeço através do esporte, a equipe conseguiu duas medalhas nesta quinta-feira (9), com a dobradinha de Thiago Ruffini e Pedro Farias nos 1500m livre masculino.

Antes das enchentes, a equipe do GNU estava em Santa Catarina para uma competição. Os atletas voltaram de avião no último dia em que o Aeroporto Salgado Filho estava aberto e quase não conseguiram pousar porque a pista já estava com acúmulo de água. "Os últimos dias foram um turbilhão de emoções. Estávamos em Santa Catarina e a gente via as notícias no noticiário. Nós sabíamos que a situação estava ruim, mas só fomos ter noção da gravidade quando chegamos lá", explicou Thiago Ruffini em entrevista ao Olimpíada Todo Dia.

Equipe reduzida

Inicialmente, o GNU iria para o Troféu Brasil de natação com 14 atletas. Com as enchentes no Rio Grande do Sul na última semana, a equipe acabou mudando de planos. Um grupo com quatro atletas, além do treinador Kiko Klaser, conseguiu sair de Porto Alegre de carro e foram até Navegantes, em Santa Catarina, para pegar um voo para o Rio de Janeiro. Entre os nomes que ficaram no Rio Grande do Sul está Viviane Jungblut, que já está classificada para os Jogos Olímpicos de Paris nas águas abertas, mas abdicou de participar da Seletiva Olímpica e tentar uma vaga na piscina.

Publicidade

"A gente decidiu vir para fazer um recomeço. Como o nosso treinador falou estamos no fim de um ciclo olímpico, mas também no início de um ciclo novo. Eu não sou gaúcho, mas o estado me acolheu de braços abertos e vamos ajudar de toda forma para reconstruir o estado e dar a volta por cima", afirmou Ruffini.

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos flexibilizou as regras da Seletiva Olímpica e deu a chance para que os atletas do GNU pudessem fazer tomadas de tempo de provas que eles perdessem dos primeiros dias da competição. Nesta quinta-feira (9), aconteceu a primeira final com atletas do clube gaúcho, nos 1500m livre. E os três nadadores da equipe ficaram nas quatro primeiras colocações. O ouro ficou com Guilherme Costa, da Unisanta, de Santos. Mas a prata, o bronze e o quarto lugares foram de atletas do GNU. Thiago Ruffini ficou em segundo lugar, Pedro Farias foi o terceiro, enquanto Matheus Melecchi foi o quarto colocado.

Publicidade

Solidariedade em Porto Alegre

Desde a última semana, a sede do Grêmio Náutico União virou ponto de entrega de doações assim como alojamento para alguns desabrigados. Antes de viajarem para o Rio de Janeiro, no fim de semana os nadadores do GNU estavam como voluntários na sede do clube ajudando a receber os donativos.

Publicidade

"Nosso estado está numa situação bem difícil. Esse vídeo mostrou como o esporte une as pessoas. Quando nosso treinador chegou e falou 'vamos ajudar a carregar colchão' nós não pensamos duas vezes. Porque no momento que a gente tá passando acho que não temos que se preocupar só com nossos objetivos, mas também em abraçar o próximo", disse Pedro Farias após ganhar o bronze nos 1500m livre.

Principal nadadora do GNU, Viviane Jungblut ficou em Porto Alegre para ajudar as pessoas acolhidas no ginásio do clube e a organizar os itens doados no local. Outro atletas e ex-atletas do clube também estão ajudando como a campeã mundial de ginástica artística Daiane do Santos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.