Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Mafê, Cachorrão e Gabi garantem vaga em Paris-2024

Guilherme Costa, Gabrielle Roncatto, Maria Fernanda Costa foram os primeiros brasileiros a confirmarem suas vagas em Paris na Seletiva...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

A delegação brasileira já tem os seus primeiros nomes confirmados na natação nos Jogos Olímpicos Paris-2024. Nesta segunda-feira (6), aconteceram as primeiras provas da Seletiva Olímpica do Brasil, com três atletas carimbando o passaporte para a Olimpíada. Maria Fernanda Costa e Gabrielle Roncatto fizeram o índice nos 400m livre feminino, enquanto Guilherme Costa, o Cachorrão, se classificou nos 400m livre masculino.

As finais da Seletiva Olímpica definem os classificados para Paris-2024, com os dois melhores por prova se classificando caso atinjam o índice. Caso ninguém consiga o tempo alvo na final, serão usados os chamados “tempos de salvaguarda”, marcas que atletas fizeram em competições importantes desde o ano passado abaixo do índice olímpico.

Trio dos 400

A sessão de finais começou com os 400m livre feminino. Mafê Costa e Gabrielle Roncatto já tinham tempos de salvaguarda, mas voltaram a nadar abaixo do índice olímpico (4min07s90) na final da Seletiva Olímpica. Mafê ficou em primeiro lugar na prova com um tempo de 4min06s11, enquanto Gabi foi a segunda colocada com 4min09s00. Letícia Romão completou o pódio com 4min10s64.

Publicidade

Já nos 400m livre masculino, Guilherme Costa mostrou um bom desempenho para garantir um tempo abaixo dos 3min46s78 necessários para a classificação. Cachorrão nadou a prova em 3min46s90s para confirmar a sua segunda participação em Jogos Olímpicos. Medalhista de bronze nos 400m livre no Mundial de 2022, Guilherme será o principal candidato a medalha da natação brasileira em Paris.

Nadando ao lado de Cachorrão na final, Eduardo Moraes e Stephan Steverink buscavam melhorar suas marcas pessoais para tentar o índice olímpico. Stephan ficou em segundo lugar, seguido por Eduardo em terceiro.

Publicidade

De olho no revezamento

As outras provas do dia foram os 100m peito masculino e os 100m borboleta feminino, onde nenhum atleta conseguiu o índice olímpico. Mas os vencedores da Seletiva Olímpica ainda poderão ir a Paris como parte do revezamento 4x100m medley misto, dependendo de outros resultados dessa semana para confirmar a classificação.

Publicidade

Na prova feminina, o índice era de 57s92. Única brasileira que nadou na casa dos 57 segundos neste ciclo olímpico, Giovanna Diamante ficou de fora da final, ao ficar em 11º lugar nas eliminatórias. Assim, quem levou a melhor na hora H foi Daynara Ferreira com um tempo de 1min00s00. Celine Bispo e Beatriz Bezerra completaram o pódio da prova.

Nos 100m peito masculino, o índice olímpico era de 59s49. Caio Pumputis foi o melhor atleta na final, terminando em primeiro lugar com um tempo de 1min00s81. João Gomes Júnior foi o segundo colocado, com 1min01s03, enquanto Raphael Rached fechou o pódio com 1mins01s34.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.