Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Gaúcha desiste de Seletiva da Natação em ato de solidariedade

A atleta Viviane Jungblut não participará da disputa em ato de solidariedade à população afetada pelas enchentes no Rio Grande do Sul...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

A Seletiva Olímpica de Natação começa nesta segunda-feira (6), mas nem todos os nadadores aptos vão competir. A atleta gaúcha Viviane Jungblut desistiu da disputa em ato de solidariedade à população afetada pelas enchentes no Rio Grande do Sul. Devido ao problema, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) divulgou comunicado neste domingo (5). A entidade informa que abrirá exceção ao Grêmio Náutico União, que está impossibilitado de se dirigir ao Rio de Janeiro.

Viviane Jungblut decidiu abrir mão da Seletiva Olímpica de Natação. A decisão está tomada mesmo que exista a possibilidade de deslocamento de Porto Alegre ao Rio de Janeiro nos próximos dias. A gaúcha já tem vaga para Jogos Olímpicos de Paris para as disputas em Águas Abertas. Com os acontecimentos recentes, a atleta optou por direcionar seu tempo e esforços para ajudar as pessoas que estão passando por dificuldades.

TWITTER

Em publicação em suas redes sociais, Viviane Jungblut diz que "sua escolha reflete um compromisso genuíno com o bem-estar e a solidariedade, destacando valores que vão além das conquistas esportivas". A Seletiva Olímpica da Natação será na piscina da Comissão de Desportos da Aeronáutica, em Campos Afonsos, e também valerá para Troféu Brasil de Natação, a principal competição do calendário nacional em 2024.

Publicidade

CBDA ajusta programa de provas

O Grêmio Náutico União, clube de Viviane Jungblut, está impossibilitado de deixar Porto Alegre por conta das tragédias. Por causa disso, a CBDA determinou pela readequação do programa de provas da Seletiva Olímpica de Natação unicamente para a equipe assim que o clube gaúcho tiver condições de se encaminhar ao Rio de Janeiro. As disputas serão separadas e debatidas diretamente com a equipe gaúcha. Com a resolução, a entidade máxima da modalidade diz que dará a mesma chance à todos conforme estabelecido no edital.

Publicidade

A decisão foi amplamente apoiada em congresso técnico e a CBDA, por meio de seu presidente Luiz Fernando Coelho, diz no comunicado que se solidariza com as vítimas da catástrofe que assola o Rio Grande do Sul. Até o instante, somente seis nadadores já alcançaram o índice olímpico em competições deliberadas como proteção para classificação olímpica. São eles: Beatriz Dizotti, Gabrielle Roncatto, Maria Fernanda Costa, Kayky Mota, Guilherme Costa e Guilherme Caribé.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.