Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fluminense vira no último minuto e leva a sua 1ª Copa do Brasil Sub-17

Com um gol aos 52 minutos do segundo tempo, o Fluminense virou a partida contra o São Paulo e conquistou seu 1º título da Copa do Brasil...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

O Fluminense é o grande campeão da Copa do Brasil Sub-17 de 2024! Nesta quarta-feira (1º), o Tricolor das Laranjeiras derrotou o São Paulo por 2 a 1, em Volta Redonda-RJ, e ficou com o título do torneio. O gol da vitória veio aos 51 minutos do segundo tempo, nos pés de Riquelme Felipe. Com o triunfo, o Flu conquistou o seu primeiro título da competição.

A final desta quarta-feira marcou, também, uma revanche do Fluminense sobre o São Paulo, já que o time paulista venceu a decisão de 2020 em cima do clube carioca. Na campanha de 2024, o Tricolor das Laranjeiras passou pelo Porto Vitória (4 a 0), América-MG (3 a 0), CRB (6 a 0), e Sport (2 a 1) até chegar à final.

O jogo

Disputada em uma manhã de muito calor no Rio de Janeiro, a partida começou com as duas equipes buscando incessantemente o gol. O São Paulo foi o primeiro time a furar as redes adversárias. Aos 18 minutos, Gustavo aproveitou a sobra do escanteio e empurrou a bola para fazer 1 a 0. Mesmo atrás no placar, o Fluminense esteve, em pelo menos três oportunidades, muito perto de empatar a partida. No entanto, quando não parou no goleiro João, parou no zagueiro Hugo, que impediu um gol praticamente em cima da linha após chute de Matheus Reis.

Publicidade

No segundo tempo, os times mantiveram a mesma intensidade vista na primeira etapa. Porém, desta vez, foi o Fluminense que conseguiu levar a melhor diante da defesa adversária. Aos 12 minutos, Caio Borges apareceu como elemento surpresa no meio da área do São Paulo e foi derrubado por Nicolas. O árbitro marcou o pênalti e o atacante Isaque converteu a cobrança para igualar o confronto. O gol, inclusive, garantiu ao atacante do Flu a artilharia isolada da competição, com 6 gols.

Na sequência, o São Paulo até conseguiu se colocar à frente do placar, mas teve seu gol anulado por um milimétrico impedimento. As duas equipes não se deram por cansadas e criaram boas chances para vencer o jogo, mas tiveram dificuldades para concluir as jogadas. A decisão se encaminhava para os pênaltis até que, no minuto 48, Nicolas recebeu seu segundo cartão amarelo e foi expulso. Três minutos depois, praticamente no último lance da partida, Wesley Nathan fez boa jogada e tocou para Riquelme que chutou no contrapé do goleiro e virou o placar.

flusub17

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.