Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Campeões da Etapa de Curitiba do Nacional celebram triunfo

Etapa do Circuito Nacional de badminton e parabdminton definiu os campeões neste domingo

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

O domingo (19) foi de definição dos campeões da Etapa de Curitiba do Circuito Nacional, a 2ª do Badminton e 1ª do Parabadminton. Três dos quatro brasileiros que disputaram a competição e estarão nos Jogos de Paris-2024 conquistaram a medalha de ouro. No simples Principal Feminino, Juliana Viana foi a vencedora. Já nas classes SL4 e SH6, ambas inseridas no programa paralímpico, os vitoriosos foram, respectivamente, Rogério Oliveira e Vitor Tavares. 

Juliana Viana confirmou favoritismo batendo Sâmia Lima, por 2 sets a 0, parciais de 21/14 e 21/7. “Estou muito feliz (conquista). Foi um dos meus últimos eventos antes da Olimpíada e receber toda essa energia, ainda mais saindo campeã, me enche de motivação e mostra que estou no caminho certo. Fico contente pelo resultado no Nacional, pelo desempenho da minha equipe e por ver todos evoluindo e representando bem o badminton do Brasil”, afirmou a atleta do Paulistano que, com 19 anos, disputará seu primeiro Jogos Olímpicos. 

Juliana Viana Vieira durante disputa do Nacional de badminton

Na decisão do simples Principal Masculino, Deivid Silva foi o campeão após vitória no primeiro set (21/13) e, na sequência, desistência por lesão do oponente Jonathan Matias. “Vim com objetivo de ser campeão, mas não dessa maneira. Infelizmente o Jonathan sofreu uma lesão na semifinal e não conseguiu continuar no jogo. Fico feliz por ter sido minha primeira conquista no adulto e vou continuar trabalhando para no próximo ganhar de novo”, disse. 

Vencedores nas duplas

Publicidade

Na chave principal das duplas masculinas da 2ª Etapa do Circuito Nacional de Badminton – Campeonato Brasileiros Interclubes (CBI), os campeões foram os favoritos Isak Batalha e Matheus Voigt. Eles venceram na final Rafael Faria e Willian Guimarães (21/13 e 21/19). No feminino, as líderes do Ranking Nacional ganharam. Jaqueline Lima e Sâmia Lima bateram Maria Clara Lima e Maria Julia Nascimento, igualmente, por 2 a 0, parciais de 21/14 e 21/17. 

“Foi bem tranquilo jogar contra a minha irmã (Maria Clara) e fazia tempo que a gente não jogava dupla feminina no Nacional. Estou bem feliz por ter ganhado o ouro”, comentou Jaqueline Lima. Em seguida, foi a vez de Sâmia Lima, a outra campeã, avaliar a participação na competição. “No geral foi muito bom, já que fazia tempo que não jogava o Nacional. Estava esperando o melhor resultado e, dois ouros e uma prata, foram excelentes”, destacou.

Publicidade

Para finalizar, Fabrício Farias e Jaqueline Lima derrotaram na final das duplas mistas a parceria formada por Arthur Pomoceno e Lohaynny Vicente: 21/18 e 21/10. “Estou voltando agora a jogar o Nacional. Fico feliz por ter vencido a mista com o Fabrício. Estar voltando às quadras é gratificante”, declarou Jaqueline.“Conseguimos jogar bem, por isso, não foi tão equilibrado, pois não deixamos eles jogarem na maioria das partes”, acrescentou Fabrício. 

Rogério Oliveira e Vitor Tavares conquistam Nacional no Parabadminton

Publicidade
Rogério Oliveira em ação no Nacional de parabdminton

Assim como no badminton, o domingo (19) foi dia de premiar os vencedores da 1ª Etapa do Nacional de Parabadminton. Os três brasileiros classificados para os Jogos de Paris-2024 disputaram finais e dois deles saíram com a medalha de ouro. Na decisão da classe SL4, Rogério Oliveira derrotou João Pedro Oliveira (21/9 e 21/8). Já Vitor Tavares foi o ganhador da classe SH6 ao superar Vinicius Costa (21/4 e 21/10). 

“(Final) Foi tranquila, como eu esperava. Consegui colocar em prática tudo o que queria. Estou feliz por jogar em casa e representar o clube, meu primeiro resultado pelo Curitibano. Ganhar o ouro aqui me deixa mais animado para conseguir uma medalha nos Jogos Paralímpicos”, afirmou Rogério Oliveira, que também jogou no convencional no simples no masculino B e foi o campeão nas duplas do masculino B.

Vitor Tavares também representa o Curitibano, clube sede dos eventos em Curitiba. “Foi a primeira vez na vida que joguei um torneio em casa e fiquei feliz por representar muito bem, não só o clube, como também minha cidade e estado. Foi legal porque consegui manter a invencibilidade nos campeonatos nacionais e levei mais esse título para casa”, destacou o atleta paranaense, que contou com apoio de familiares e amigos. 

Os representantes do Brasil em Paris-2024 só não saíram com 100% de aproveitamento porque Daniele Souza foi derrotada por Ana Gomes na decisão da classe WH1, por 2 a 1 (23/21, 22/20 e 21/17). “Estou extremamente feliz com o resultado porque estou voltando de lesão e treinei pouco tempo. Achei que não estava apta para vir, não estava confiante, nunca imaginei que teria esse resultado. É muito difícil jogar contra Daniele porque é uma pessoa que gosto muito e que sempre me incentivou quando cheguei ao badminton”, relatou a campeã. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.