Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasileiros batem recordes na despedida do World Series

Brasil conquista mais três recordes continentais com Mariana Gesteira, Wendell Belarmino e Phelipe Rodrigues no último dia de competição...

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

Último dia de World Series de natação paralímpica, o Brasil conquistou boas marcas na piscina em Berlim, na Alemanha. Com isso, os destaques do dia foram as quebras de recordes das Américas, primeiro por Mariana Gesteira nos 100m costas S9Por fim, Wendell Belarmino e Phelipe Rodrigues nos 50m borboleta S11 e S10, respectivamente também fizeram melhores marcas do continente.

Na World Series, os nadadores de classes e deficiências diferentes competem juntos, com a classificação final sendo definida por um índice técnico no lugar do tempo. Nos 100m costas feminino, Mariana Gesteira e Carol Santiago competiram, mas Mariana foi quem brilhou no domingo, terminando a prova com 1min08s42 e o recorde das Américas na classe S9, somando 956 pontos. Já Carol, que havia quebrado recorde mundial nos 50m livre S12, terminou com 1min14s69 e 691 de índice técnico.

Carol também caiu na água para a prova de 50m borboleta. Ela fez tempo de 29s24 e 858 pontos. Além dela, outras brasileiras na prova foram Mayara Petzold, do S6, com 37s76 (801 pontos); Lucilene da Silva, do S12, fez 30s78 (735 pontos) e Vitória Ribeiro, do S8, com 33s34 (730 pontos).

Já Wendell Belarmino fez a melhor marca das Américas, dessa vez nos 50m borboleta S11. Ele nadou para 28s49 e fez 902 pontos. Depois, o veterano Phelipe Rodrigues também fez ótima marca na prova, com 26s81, registrando melhor tempo continental e somando 752 pontos.

Mariana Gesteira no Mundial de Natação Paralímpica

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.