Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasil bate Cuba e conquista título pan-americano por equipes

Liderado por Bia Souza, Rafaela Silva e Leo Gonçalves, Brasil vence Cuba por 4 a 1 e conquista Pan-Americano do Rio de Janeiro

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

O Brasil derrotou Cuba e conquistou o título da disputa por equipes mistas do Campeonato Pan-Americano e da Oceania de Judô, na Arena Carioca 1, neste domingo (28). O time formado por Rafaela Silva, Ellen Froner, Beatriz Souza, Vinicius Ardina, Marcelo Gomes e Leonardo Gonçalves venceu a final por 4 a 1 para faturar o tricampeonato consecutivo da competição continental.

A princípio, três países disputariam o torneio de equipes mistas do Pan-Americano. No entanto, a Argentina desistiu de participar às vésperas e se retirou da competição. Assim, sobraram apenas Brasil e Cuba, que tiveram que fazer um confronto prévio antes da final por questões de regulamento. Nele, o Brasil ganhou por 4 a 1, contando com uma equipe alternativa.

Em ordem: Leonardo Gonçalves (+90kg) ganhou de Jonathan Loynaz por ippon; Shirlen Nascimento (57kg) passou por Aleanny Carbonell com dois waza-aris; Michael Marcelinho (73kg) ganhou de Orlando Polanco, também com dois waza-aris; Ellen Froner (70kg) perdeu para Maylin Del Toro Carvajal, por ippon; e, por fim, Marcelo Gomes ganhou de Naysdel Cardoso por ippon.

Como foi a final

Publicidade

Menos de uma hora depois, os dois países voltaram ao tatame para disputar a final, agora com formações diferentes. O Brasil começou perdendo, após derrota de Ellen Froner (70kg) para Maylin Del Toro Carvajal, outra vez por ippon. Em seguida, Marcelo Gomes (90kg) deixou tudo igual ao ganhar de Naysdel Cardoso no osaekomi, por ippon.

Beatriz Souza (+70kg) colocou a equipe anfitriã em vantagem ao ganhar rapidamente de Lianet Cardona, também na técnica de imobilização. Depois, Leonardo Gonçalves (+90kg) também precisou de apenas 32 segundos para voltar a superar Jonathan Loynaz e deixar o Brasil com o "match point". Coube a Rafaela Silva (57kg) acabar com o confronto, ao ganhar de Aleanny Carbonell, também por ippon.

Publicidade

Fim da campanha

Com mais um título, o Brasil encerra o Campeonato Pan-Americano e da Oceania de Judô com 16 medalhas. Foram 15 nas disputas individuais, sendo seis ouros, três pratas e seis bronzes, além de um ouro por equipes mistas. O país liderou o quadro de medalhas da competição com folga, repetindo o desempenho que teve nas duas últimas edições do campeonato continental.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.