Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasil atropela Alemanha e volta a vencer na VNL Masculina

Em revanche do último Pré-Olímpico, Brasil ganha da Alemanha por 3 a 0 e volta a vencer na Liga das Nações de vôlei masculino

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

A seleção masculina de vôlei entrou em quadra desfalcada contra a Alemanha na madrugada desta terça-feira (5). Com uma lesão na panturrilha, Bruninho não irá competir na segunda etapa da competição no Japão. Mesmo contando com apenas um levantador disponível, o Brasil fez uma ótima partida e venceu os alemães por 3 a 0, com parciais de 25/15, 25/16 e 25/15 no quinto jogo da equipe na Liga das Nações (VNL).

No último jogo entre as equipes, a Alemanha teve uma grande atuação em pleno Maracanãzinho para vencer o Brasil por 3 a 1 no Pré-Olímpico. Mas dessa vez, a seleção masculina de vôlei dominou o confronto, em sua melhor performance até aqui na VNL 2024. Com apenas um levantador disponível, o Brasil jogou a partida toda sem fazer a tradicional inversão do 5-1, com Cachopa ficando em quadra o jogo todo. E o levantador fez uma ótima distribuição do ataque brasileiro. Lucarelli, com 16, Darlan e Lukas Bergmann, com 11 cada, foram os principais pontuadores brasileiros da partida. No meio de rede, Lucão teve seis, enquanto Flávio anotou cinco pontos. Do lado alemão, o ponteiro Brand foi o maior pontuador da equipe com 13 acertos.

Como foi o jogo

Bernardinho escalou o time com Fernando Cachopa, Darlan, Lukas Bergmann, Lucarelli, Flávio, Lucão e Thales. Com alguns erros no início da partida, os alemães lideraram o placar. Mas logo o Brasil virou o primeiro set, impulsionado por um ótimo desempenho no saque, quebrando o passe alemão e facilitando a marcação do bloqueio brasileiro. Assim, o Brasil dominou a parcial e venceu por 25 a 15.

Lukas Bergmann saca no jogo entre Brasil e Alemanha na VNL

No segundo set, a seleção brasileira seguiu com um grande volume de jogo. Se do outro lado da quadra o passe alemão era sempre quebrado, no Brasil, Thales e o ponteiro Lukas Bergmann dominaram o fundo de quadra. Com o passe na mão, Cachopa conseguiu fazer uma boa distribuição dos ataques do Brasil que fez 25-16 para abrir 2 a 0 na partida. No terceiro set, o desempenho coletivo do time comandado por Bernardinho seguiu em alta. Cometendo poucos erros (sete no jogo inteiro), a seleção venceu a parcial por 25 a 15 para fechar o jogo em três sets.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.