Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Bia sofre virada para Swiatek e cai nas quartas em Madri

Bia Haddad perde para Iga Swiatek. líder do ranking mundial, por 2 a 1 e para nas quartas do WTA 1000 de Madri

Olimpíada Todo Dia

Olimpíada Todo Dia|Do R7

Beatriz Haddad Maia parou nas quartas de final do WTA 1000 de Madri. A brasileira perdeu para a polonesa Iga Swiatek, líder do ranking mundial, por 2 sets a 1 (4/6, 6/0 e 6/2), na manhã desta terça-feira (30), e se despediu do torneio. Bia chegou a vencer o primeiro set depois de ganhar cinco games consecutivos, mas tomou um pneu na segunda parcial e depois foi derrotada no set decisivo.

Atual número 14 do mundo, Bia encerra sua melhor participação no WTA 1000 de Madri, com três vitórias. Em sua trajetória como uma das cabeças de chave do torneio, ela venceu a italiana Sara Errani (100ª), a estadunidense Emma Navarro (23ª) e a grega Maria Sakkari (6ª). Com isso, somou 205 pontos no ranking mundial e deve aparecer na 13ª colocação na próxima atualização da lista.

Este foi o quarto confronto entre Bia Haddad e Iga Swiatek, o terceiro pelo circuito WTA. A brasileira havia vencido o primeiro confronto entre as duas, no WTA 1000 de Toronto 2022, e a polonesa havia levado a melhor nos dois seguintes: na semifinal de Roland Garros 2023 e na primeira fase da United Cup 2024. Assim, agora Swiatek tem três vitórias contra uma de Bia no confronto direto.

Como foi o jogo

Publicidade

Iga Swiatek começou melhor na partida. Ela confirmou o primeiro game de saque e chegou a ter 0-40 no serviço da brasileira. Bia Haddad, porém, conseguiu salvar e também confirmou. No entanto, a polonesa voltou a ter 0-40 no quarto game e, desta vez, conseguiu a quebra, saltando a frente em 3/1. Em seguida, ela confirmou seu serviço e chegou a abrir três games de vantagem.

Publicidade

A partir de então, Bia Haddad engatou uma reação. Ela confirmou o saque no sexto game e conseguiu devolver a quebra na sequência. No oitavo game, Bia sacou para empatar o jogo e se viu com 0-40 de desvantagem outra vez. A brasileira salvou os três break points e empatou o duelo em 4/4. Na sequência, ela quebrou o saque da polonesa e confirmou seu serviço para fechar o set em 6/4.

Apesar de ter ganhado cinco games seguidos na parcial anterior, Bia não conseguiu ter o controle do segundo set. Iga Swiatek apresentou maior volume desde o início da parcial e foi dominante para aplicar um pneu na brasileira, vencendo por 6/0. Ao todo, ela teve sete break points na parcial, confirmando três deles, e cedeu apenas um ponto para a brasileira em seus games de saque.

Iga manteve o nível do jogo elevado no terceiro set. Ela confirmou seu primeiro game de saque e conseguiu quebrar o saque da brasileira já na sequência, depois de Bia ter 40-15. Bia devolveu o break logo em seguida, mas não confirmou seu serviço seguinte. Iga permaneceu na frente ao longo da parcial, obteve uma nova quebra e conquistou a vitória por 6/2.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.