Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Thiago Wild chega ao Rio para se apresentar à Justiça em caso de violência doméstica

Tenista brasileiro perdeu para Nishioka e foi eliminado de Roland Garros; atleta deixou a França e seguiu diretamente para o Brasil

Mais Esportes|Do R7

Thiago Wild perdeu o jogo e foi eliminado de Roland Garros na terceira fase
Thiago Wild perdeu o jogo e foi eliminado de Roland Garros na terceira fase Thiago Wild perdeu o jogo e foi eliminado de Roland Garros na terceira fase

O tenista brasileiro Thiago Wild viajou ao Rio após o encerramento da sua participação no Torneio de Roland Garros para se apresentar à Justiça e tomar ciência do processo criminal iniciado pelo Ministério Público (MP-RJ). O paranaense foi denunciado pela ex-companheira, Thayane Lima, por violência doméstica.

A informação da ida do tenista ao Rio foi divulgada por meio de uma nota à imprensa nesta terça-feira (6).

Apesar da denúncia, o tenista não foi encontrado pela Justiça para ser intimado para o processo em nenhum dos endereços informados e, por isso, não respondeu ao caso. O episódio ganhou notoriedade com a boa participação do brasileiro em Roland Garros, chegando a eliminar o russo Daniil Medvedev, número 2 do ranking mundial. Ele caiu na terceira rodada, diante do japonês Yoshihito Nishioka.

"A partir de agora a defesa do atleta apresentará ao Poder Judiciário todos os elementos que possui e que demonstram a inconsistência das acusações formuladas e comprovam sua inocência", informa a nota. "Sua defesa também se somará aos esforços realizados pelo Poder Judiciário do Rio de Janeiro, que tenta, desde 2021, intimar Thayane Lima da liminar expedida em processo cível no qual ela figura como ré e que a proíbe de fazer quaisquer publicações, comentários ou postagens sobre o relacionamento, uma vez que o conteúdo pela mesma utilizado carece de comprovação de veracidade e extravasa os limites da liberdade de expressão."

Publicidade

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

De acordo com a nota, "Thayane não recebeu ainda a intimação desde o período em que residia no Brasil e agora diz estar nos Estados Unidos e não forneceu seu novo endereço à Justiça brasileira". A assessoria informa, ainda, que um procedimento policial que trata da tentativa de extorsão praticada por Thayane Lima e outras pessoas se encontra em fase final e, em breve, será encaminhado ao MP-RJ.

Thayane Lima veio a público em 2021 para relatar diversos episódios de um relacionamento abusivo que viveu com Thiago Wild. Na época, já separada do atleta, Thayane relatou ter de passar por tratamento psicológico. Após o relato da ex-companheira, a polícia do Estado do Rio passou a investigar o tenista por violência psicológica, injúria e lesão corporal. Em outubro de 2021, Wild foi indiciado pelos crimes pelas autoridades, e o Ministério Público denunciou o atleta.

Publicidade

Leia também

Em sua entrevista coletiva após a partida de terça-feira em Roland Garros, Thiago Wild foi questionado sobre o processo de violência doméstica contra a ex-companheira e se negou a comentar o assunto. "Não acho que seja um assunto que devamos falar aqui. Acho que é uma pergunta que você não deveria fazer a ninguém. Não acho que cabe a você decidir se é o lugar para falar sobre isso ou não", disse o tenista.

Em 7 cliques! Saiba como foi a vitória do brasileiro Thiago Wild em Roland Garros

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.