Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Presidente da La Liga revela denúncia de racismo não detectada por Vini Jr

Javier Tebas demonstra esforço no combate ao racismo no futebol espanhol

Lance

Lance|Do R7


Imagem da notícia

O presidente da La Liga, Javier Tebas, participou da cerimônia de apresentação de um acordo com o ministério espanhol da Inclusão, que tem como objetivo reforçar o compromisso na luta contra o racismo. Na ocasião, o dirigente e mandatário da liga citou os insultos sofridos por Vini Jr.

➡️ Tudo sobre os maiores times e as grandes estrelas do futebol no mundo afora agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Futebol Internacional

- Devemos evitar que os racistas estejam dentro dos nossos estádio. Tem que denunciar aquele que diz macaco ou faz os gestos. Vou dar um exemplo: em Pamplona, houve um insulto que Vinicius nem ouviu, mas nós denunciamos. Não podemos ficar parados. Tem que ser reativo e ativo para acabar com isso. Podemos fazer mais e vamos fazê-lo - disse Tebas.

➡️ Barcelona mostra evolução das obras no Camp Nou; veja vídeo

Publicidade

Desde os primeiros ataques e injúrias raciais que sofreu, o brasileiro despertou uma onda de solidariedade pelo mundo e foi um dos líderes no movimento antiracista no país espanhol. Ao se tornar um símbolo na luta contra o racismo, o camisa 7 do Real Madrid foi usado de exemplo pelo presidente da La Liga.

- Vinicius recebe insultos racistas porque é um líder na luta contra o racismo. Agora não pode ser embaixador da La Liga porque é um jogador em atividade, mas, quando se aposentar, evidentemente que vamos lhe propor isso - acrescentou o mandatário.

Nos compromissos internacionais pela Seleção Brasileira na Copa América disputada nos Estados Unidos, Vini Jr e o Brasil encaram o Paraguai na segunda rodada do grupo D, nesta sexta (28), às 22h (de Brasília).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.