Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Passagem de Pedro Raul pelo Vasco é marcada por pênaltis perdidos e poucos gols

Atacante foi apontado como vilão em eliminação do time na Copa do Brasil e encerra trajetória como reserva

Lance|

Lance
Lance Lance

O atacante Pedro Raul chega ao México neste sábado para assinar contrato com o Toluca até 2027. O jogador foi vendido pelo Vasco por 5 milhões de dólares (R$ 24 milhões), que serão pagos em duas vezes, metade agora e o restante em dezembro.

A curta passagem de Pedro Raul foi frustrante pela grande expectativa gerada. O atacante foi a primeira contratação feita pelo Vasco como SAF e chegou com status de goleador, já que foi vice-artilheiro do Brasileirão de 2022 pelo Goiás, com 19 gols.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

O Vasco mostrou força no mercado, superando a concorrência de Internacional e Grêmio. O clube pagou 2 milhões de dólares (R$ 10,4 milhões na cotação da época) à vista.

Publicidade

A estreia de Pedro Raul pelo Vasco foi na derrota para o River Plate, nos Estados Unidos, por 3 a 0. Depois de passar mais três jogos em branco, o atacante marcou duas vezes na goleada sobre o Resende, por 5 a 0, em São Januário, pelo Carioca.

+ Vasco recebe proposta do Shakhtar Donetsk por Eguinaldo

Publicidade

No duelo contra o Botafogo, seu ex-clube, Pedro Raul marcou o primeiro gol em clássicos, abrindo o caminho para a vitória por 2 a 0. Na sequência, balançou a rede contra o Trem e Boavista (duas vezes), vivendo o seu melhor momento com a camisa do Vasco, mas a maré começou a mudar.

Pênaltis perdidos e vilão em eliminação

Publicidade

No clássico com o Flamengo vencido pelo Vasco por 1 a 0, Pedro Raul fez uma grande partida, ganhando a maioria das jogadas e infernizando a defesa rubro-negra. No entanto, o atancate perdeu um pênalti, o segundo consecutivo, já que havia desperdiçado na derrota para o Volta Redonda.

+ Vasco encaminha empréstimo de Praxedes, do Red Bull Bragantino

A marca da cal voltou a assombrar Pedro Raul no jogo contra o ABC, pela Copa do Brasil. O atacante teve o pênalti que sacramentaria a classificação, mas acabou chutando para fora. As cobranças foram para as alternadas, Orellano desperdiçou a cobrança e o Cruz-Maltino acabou eliminado.

O estádio inteiro apontou Pedro Raul como culpado e o atacante deixou o campo extremamente xingado. A partir daquele momento, o jogador oscilou bastante e perdeu a confiança. Pedro Raul até começou bem o Brasileiro, marcando contra Palmeiras e Fluminense, mas o gol no clássico, no dia 6 de maio, foi o último dele pelo Vasco.

Seca e reserva

Apesar do jejum de quatro jogos sem gols, Pedro Raul seguiu entre os titulares, mas perdeu a posição após a goleada sofrida para o Flamengo. No jogo seguinte, contra o Internacional, no Beira-Rio, Rayan de apenas 16 anos entrou no lugar do atacante e ainda marcou um gol.

Com a demissão de Barbieri, Pedro Raul voltou ao time no clássico com o Botafogo. O atacante atuou todo o jogo, mas o Vasco perdeu por 2 a 0. Só que na partida seguinte, contra o Cruzeiro, William Batista barrou o jogador, que entrou apenas no segundo tempo.

Ao todo foram 25 jogos, 9 gols, três assistências e três pênaltis perdidos. Apesar da má fase, Pedro Raul deixa o Vasco como artilheiro do time na temporada. O Cruz-Maltino está intenso no mercado em busca de um novo camisa 9.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.