Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Matemática da Série B: veja as chances de acesso na competição

Líder da competição, o Fortaleza já está praticamente garantido na Série A em 2019, mas ainda pode haver reviravolta entre Goiás, Avaí, CSA e Vila Nova

Lance

Lance|Do R7


A Série B do Campeonato Brasileiro já está em sua reta final e a briga pelo acesso para a primeira divisão segue ainda mais acirrada. Entre os quatro primeiros, apenas o Fortaleza tem uma boa distância para o vice-líder Goiás (7 pontos). Já a disputa entre os demais times do G-4 ainda pode ter reviravoltas. Isso porque o Avaí está na cola do Esmeraldino, com 52 pontos, e na sequência vem o CSA com 51. Fora da zona classificatória, o Vila Nova tem o mesmo saldo que o time alagoano e entra na 33ª rodada com boas chances de disputar a Série A em 2019. Veja as projeções! (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
A Série B do Campeonato Brasileiro já está em sua reta final e a briga pelo acesso para a primeira divisão segue ainda mais acirrada. Entre os quatro primeiros, apenas o Fortaleza tem uma boa distância para o vice-líder Goiás (7 pontos). Já a disputa entre os demais times do G-4 ainda pode ter reviravoltas. Isso porque o Avaí está na cola do Esmeraldino, com 52 pontos, e na sequência vem o CSA com 51. Fora da zona classificatória, o Vila Nova tem o mesmo saldo que o time alagoano e entra na 33ª rodada com boas chances de disputar a Série A em 2019. Veja as projeções! (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
1º FORTALEZA - 99%. 1º FORTALEZA - 99%
Líder da Série B, com 60 pontos, a equipe cearense se destacou no primeiro turno da competição ao manter um longo período de invencibilidade e assumir o topo da tabela. Já no returno, teve queda de rendimento e aumentou o número de derrotas, chegando ao saldo de 18 vitórias, seis empates e oito reveses em 32 jogos. Apesar dos deslizes, o Leão do Pici chega à 33ª rodada com 99% de chances de se classificar para a primeira divisão, de acordo com o 'Chance de Gol'. Além disso, a equipe ainda pode faturar a artilharia do campeonato, já que seu maior marcador, Gustavo Henriques, com 11 gols, ocupa o terceiro lugar do ranking (Foto: Reprodução)
1º FORTALEZA - 99%. 1º FORTALEZA - 99% Líder da Série B, com 60 pontos, a equipe cearense se destacou no primeiro turno da competição ao manter um longo período de invencibilidade e assumir o topo da tabela. Já no returno, teve queda de rendimento e aumentou o número de derrotas, chegando ao saldo de 18 vitórias, seis empates e oito reveses em 32 jogos. Apesar dos deslizes, o Leão do Pici chega à 33ª rodada com 99% de chances de se classificar para a primeira divisão, de acordo com o 'Chance de Gol'. Além disso, a equipe ainda pode faturar a artilharia do campeonato, já que seu maior marcador, Gustavo Henriques, com 11 gols, ocupa o terceiro lugar do ranking (Foto: Reprodução)
2º GOIÁS - 87,7%.
O Goiás está em sua melhor fase na Série B. Após um primeiro turno repleto de incertezas e resultados ruins, a equipe buscou a recuperação no início do returno, emendou uma sequência de vitórias e conseguiu chegar à zona de acesso para a Série A sob comando de Ney Franco. A engrenada garantiu ao Esmeraldino o saldo de 16 vitórias, cinco empates e 11 derrotas em 32 jogos. Com esses números, o time chega à 33ª rodada na vice-liderança, com 87,7% de chances de se classificar e ainda conta com um grande coringa: o atacante Lucão, artilheiro do Campeonato, com 14 gols (Foto: Divulgação / Twitter)
2º GOIÁS - 87,7%. O Goiás está em sua melhor fase na Série B. Após um primeiro turno repleto de incertezas e resultados ruins, a equipe buscou a recuperação no início do returno, emendou uma sequência de vitórias e conseguiu chegar à zona de acesso para a Série A sob comando de Ney Franco. A engrenada garantiu ao Esmeraldino o saldo de 16 vitórias, cinco empates e 11 derrotas em 32 jogos. Com esses números, o time chega à 33ª rodada na vice-liderança, com 87,7% de chances de se classificar e ainda conta com um grande coringa: o atacante Lucão, artilheiro do Campeonato, com 14 gols (Foto: Divulgação / Twitter)
3º AVAÍ - 66,9%. O Avaí teve desempenho oscilante no decorrer da temporada e foi prejudicado em momentos cruciais por não conseguir sequência de vitórias e empatar com equipes de menor expressão quando buscava escalar na disputa. O fator mudou nas últimas rodadas e, com o aumento no saldo de triunfos, a equipe cravou sua permanência no G4 com o somatório de 14 vitórias, dez empates e oito derrotas, números que deixam os comandados de Geninho com 66,9% de chances de avançar à primeira divisão. Outro ponto positivo para o time é contar o lateral-artilheiro Renato, que tem 10 gols anotados na competição (Foto: Fernando Remor)
3º AVAÍ - 66,9%. O Avaí teve desempenho oscilante no decorrer da temporada e foi prejudicado em momentos cruciais por não conseguir sequência de vitórias e empatar com equipes de menor expressão quando buscava escalar na disputa. O fator mudou nas últimas rodadas e, com o aumento no saldo de triunfos, a equipe cravou sua permanência no G4 com o somatório de 14 vitórias, dez empates e oito derrotas, números que deixam os comandados de Geninho com 66,9% de chances de avançar à primeira divisão. Outro ponto positivo para o time é contar o lateral-artilheiro Renato, que tem 10 gols anotados na competição (Foto: Fernando Remor)
4º CSA - 50,1%. O CSA despertou o interesse de muitos amantes do futebol no primeiro turno. Com um início de campeonato que superou expectativas, a equipe conseguiu garantir um bom saldo de vitórias e chegou ao topo da tabela da Série B. Porém, no decorrer da competição, abriu brechas para empates e sofreu derrotas que resultaram em um período de oscilação e o risco de ficar fora da zona de acesso. Em busca de uma nova sequência positiva, o time de Alagoas vai para a 33ª rodada com 51 pontos acumulados através de 14 vitórias, dez empates e oito derrotas em 32 jogos. Suas chances de disputar a Série A em 2019 são de 50% (Foto: CSA/Divulgação)
4º CSA - 50,1%. O CSA despertou o interesse de muitos amantes do futebol no primeiro turno. Com um início de campeonato que superou expectativas, a equipe conseguiu garantir um bom saldo de vitórias e chegou ao topo da tabela da Série B. Porém, no decorrer da competição, abriu brechas para empates e sofreu derrotas que resultaram em um período de oscilação e o risco de ficar fora da zona de acesso. Em busca de uma nova sequência positiva, o time de Alagoas vai para a 33ª rodada com 51 pontos acumulados através de 14 vitórias, dez empates e oito derrotas em 32 jogos. Suas chances de disputar a Série A em 2019 são de 50% (Foto: CSA/Divulgação)
5º VILA NOVA - 52,8%.
Fora da zona de classificação para a Série A, o Vila Nova ainda mantém boas chances de disputar a primeira divisão, porém, precisará travar uma batalha intensa com o CSA por posição, já que os times somam os mesmos 51 pontos. Apesar de ter caído para a quinta colocação, o Tigre tem menos derrotas e, por isso, ainda aparece como a equipe que tem 52,8% de chances de se classificar. No somatório total, são 13 vitórias, 12 empates e 7 reveses. Para superar a marca, os comandados de Hemerson Maria contam com Alan Mineiro, que empata na artilharia com Renato (Avaí), somando dez gols (Foto: Divulgação/Vila Nova)
5º VILA NOVA - 52,8%. Fora da zona de classificação para a Série A, o Vila Nova ainda mantém boas chances de disputar a primeira divisão, porém, precisará travar uma batalha intensa com o CSA por posição, já que os times somam os mesmos 51 pontos. Apesar de ter caído para a quinta colocação, o Tigre tem menos derrotas e, por isso, ainda aparece como a equipe que tem 52,8% de chances de se classificar. No somatório total, são 13 vitórias, 12 empates e 7 reveses. Para superar a marca, os comandados de Hemerson Maria contam com Alan Mineiro, que empata na artilharia com Renato (Avaí), somando dez gols (Foto: Divulgação/Vila Nova)
6º ATLÉTICO-GO - 15,8%. Entre altos e baixos, o Atlético-GO não conseguiu criar uma sequência positiva na competição, mas se sobressaiu em alguns momentos e até entrou no G4 da Série B. Entretanto, a irregularidade da equipe voltou a pesar e, depois de perder posições em consequência do aumento no número de derrotas e empates nas últimas rodadas, o Dragão voltou a vencer na última terça-feira (2 a 1 sobre o Brasil de Pelotas) e tenta costurar bons resultados na reta final da competição para ampliar seus apenas 15,8% de chances de se classificar. Até aqui, a equipe somou 48 pontos na Série B, com 13 vitórias, nove empates e dez derrotas (Foto: Divulgação/Atlético-GO)
6º ATLÉTICO-GO - 15,8%. Entre altos e baixos, o Atlético-GO não conseguiu criar uma sequência positiva na competição, mas se sobressaiu em alguns momentos e até entrou no G4 da Série B. Entretanto, a irregularidade da equipe voltou a pesar e, depois de perder posições em consequência do aumento no número de derrotas e empates nas últimas rodadas, o Dragão voltou a vencer na última terça-feira (2 a 1 sobre o Brasil de Pelotas) e tenta costurar bons resultados na reta final da competição para ampliar seus apenas 15,8% de chances de se classificar. Até aqui, a equipe somou 48 pontos na Série B, com 13 vitórias, nove empates e dez derrotas (Foto: Divulgação/Atlético-GO)
7º LONDRINA - 12,1%. Com poucas chances, mas disposto a entrar na briga para competir na Série A de 2019, o Londrina, já mostrou que pode surpreender. Após se afundar na zona de rebaixamento, a equipe voltou a encontrar o caminho da vitória sob comando de Roberto Fonseca e, desde a metade de agosto, vem agregando bons resultados. Com o somatório de 47 pontos agregados através de 13 vitórias, oito empates e 11 derrotas, o Tubarão ocupa o sétimo lugar da tabela e tem 12,1% de chances de chegar à primeira divisão (Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC)
7º LONDRINA - 12,1%. Com poucas chances, mas disposto a entrar na briga para competir na Série A de 2019, o Londrina, já mostrou que pode surpreender. Após se afundar na zona de rebaixamento, a equipe voltou a encontrar o caminho da vitória sob comando de Roberto Fonseca e, desde a metade de agosto, vem agregando bons resultados. Com o somatório de 47 pontos agregados através de 13 vitórias, oito empates e 11 derrotas, o Tubarão ocupa o sétimo lugar da tabela e tem 12,1% de chances de chegar à primeira divisão (Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC)
8º PONTE PRETA - 8,2%.
A temporada da Ponte Preta não tem sido fácil. Há pouco tempo, a equipe sofria a ameaça do rebaixamento e somava mais derrotas do que empates e vitórias na competição. Além disso, chegou a passar por cinco técnicos para, finalmente, despertar sob comando de Gilson Kleina e iniciar uma verdadeira campanha de recuperação na disputa. Com três vitórias nas últimas rodadas, a Macaca chegou ao oitavo lugar, com 46 pontos, e, apesar do número baixo, ainda tem 8,2% de chances de chegar à primeira divisão (Foto: EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM)
8º PONTE PRETA - 8,2%. A temporada da Ponte Preta não tem sido fácil. Há pouco tempo, a equipe sofria a ameaça do rebaixamento e somava mais derrotas do que empates e vitórias na competição. Além disso, chegou a passar por cinco técnicos para, finalmente, despertar sob comando de Gilson Kleina e iniciar uma verdadeira campanha de recuperação na disputa. Com três vitórias nas últimas rodadas, a Macaca chegou ao oitavo lugar, com 46 pontos, e, apesar do número baixo, ainda tem 8,2% de chances de chegar à primeira divisão (Foto: EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM)
9º GUARANI- 4,9%
O Guarani segue estável na Série B. Apesar de não ter vivido um período de grandes vitórias na competição, manteve ao menos uma campanha equilibrada quanto ao número de triunfos (12) e derrotas (11) e não chegou a ser ameaçada pela zona de rebaixamento. Atualmente, a equipe tem 4,9% de chances de chegar à Série A. Mas, com a sequência de resultados ruins obtidos nas últimas rodadas, precisa ficar atenta com os adversários para não acabar afundando.
A partir do décimo lugar, ocupado pelo Coritiba, os times possuem 1% ou menos nas chances de alcançar a classificação (Foto: Reprodução Premiere)
9º GUARANI- 4,9% O Guarani segue estável na Série B. Apesar de não ter vivido um período de grandes vitórias na competição, manteve ao menos uma campanha equilibrada quanto ao número de triunfos (12) e derrotas (11) e não chegou a ser ameaçada pela zona de rebaixamento. Atualmente, a equipe tem 4,9% de chances de chegar à Série A. Mas, com a sequência de resultados ruins obtidos nas últimas rodadas, precisa ficar atenta com os adversários para não acabar afundando. A partir do décimo lugar, ocupado pelo Coritiba, os times possuem 1% ou menos nas chances de alcançar a classificação (Foto: Reprodução Premiere)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.