Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Um dos golpes mais duros que tive no Corinthians', afirma Cássio após vice na Copa do Brasil

Goleiro não quis culpar Fagner e Vital pelos pênaltis desperdiçados do Timão contra o Flamengo

Futebol|

Por pouco, Cássio não se consagrou novamente pelo Corinthians. Na final da Copa do Brasil, contra o Flamengo, o goleiro se recuperou da falha no gol de Pedro, defendeu a penalidade de Filipe Luís, mas não foi o suficiente para o Timão sair do Maracanã com a taça.

+ Fagner e Vital perdem pênaltis e são os vilões do Corinthians no vice da Copa do Brasil

O camisa 12 analisou a partida do clube alvinegro e valorizou a entrega dos jogadores contra um adversário considerado por muitos como franco-favorito.

- A gente trabalhou muito, se dedicou, fez uma grande partida no meu ponto de vista. Infelizmente a gente acabou perdendo nos pênaltis. Não faltou entrega, dedicação, empenho… Vir aqui jogar contra o Flamengo, onde achavam que seria um título fácil é duro - disse o capitão corintiano na zona mista do Maracanã.

Publicidade

O goleiro não escondeu a dor com o vice-campeonato, e reiterou o foco da equipe no Brasileirão.

- Para mim é um dos golpes mais duros que tive no Corinthians, mas vamos seguir em frente, temos sete decisões. Hoje é um dia difícil, amanhã é erguer a cabeça, trabalhar novamente e pensar nas sete partidas que faltam no Brasileiro - afirmou.

Publicidade

+ Veja tabela e simule a reta final do Campeonato Brasileiro

Cássio - Flamengo x Corinthians
Cássio - Flamengo x Corinthians Cássio - Flamengo x Corinthians

Cássio defendeu a cobrança de Filipe Luis (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

Publicidade

Abalado com a derrota nas penalidades, o capitão exigiu Fagner e Vital da culpa pelo vice. O lateral e o meia-atacante desperdiçaram suas cobranças de pênaltis.

- É um funeral né, já foi em funeral? O sentimento é esse, infelizmente. Porque teve muita dedicação, empenho. Em questão de pênalti, quem bate está sujeito a errar e acertar. Perdermos todo mundo junto. Então, fulano errou, ciclano, ou esse, ou aquele. É duro né, porque teve muita entrega, muita confiança, muita dedicação. Passamos por muitas situações pra chegar nessa final - ponderou.

Na visão do camisa 12, que poderia alcançar Marcelinho Carioca como maior campeão pelo Timão, o titulo seria a 'cereja do bolo' na temporada do clube.

- Acho que nos dois jogos o time foi bem. Conseguimos dar uma resposta boa, o time tem evoluído, os resultados são bons. Lógico que ser campeão valoriza muito mais você ter feito um grande trabalho - concluiu o camisa 12.

Agora, o Corinthians volta seu foco para o Campeonato Brasileiro. A equipe de Vítor Pereira enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, no próximo sábado (22), às 19h.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.