Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Presidente da Caixa se diz otimista com definição do assunto sobre o novo estádio do Flamengo

Rubro-Negro conversa pela construção de nova arena no Gasômetro

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

Presidente da Caixa Econômica, Carlos Vieira comentou sobre o projeto do Flamengo pelo novo estádio na região do Gasômetro, no Rio de Janeiro. Em entrevista ao "Portal 360", o responsável afirmou que as conversas ainda estão em fase preliminar, mas se mostrou otimista com uma definição até o fim de 2024.

➡️ CHANCE DUPLA! Aposte R$200 na Lance! Betting e ganhe R$350 se o Brasil empatar ou vencer a Inglaterra

- Estamos em fase preliminar para encontrar os termos de interesse comum. A área desejada, do Gasômetro, no centro urbano do Rio de Janeiro, é muito bem localizada. Nós temos alguns parâmetros porque a Caixa administra um fundo de investimento, onde há o chamado Cepac (Certificado de Potencial Adicional de Construção), e há uma relação direta entre o valor do Cepac e o metro quadrado. É uma conta aritmética.

Nesta semana, Rodolfo Landim falou sobre a intenção da compra do terreno, mas também admitiu ter outras opções caso o projeto não vá para frente. No entanto, o Flamengo tem como prioridade a região central da cidade.

Publicidade

- É público que o Flamengo vem fazendo análises para compra daquele terreno. Já tivemos reuniões com a Caixa Econômica Federal, que é a gestora do fundo que é dono do terreno. Já demonstramos nosso interesse, existem trabalhos adicionais que ficaram de ser feitos ao longo dos próximos dias, em reuniões para demonstrar alguns pontos que defendemos junto à Caixa. É um trabalho em andamento. Eu espero que acabe tendo sucesso, porque lá é o terreno que nós escolhemos como nossa prioridade. Existem duas outras opções que a gente tem. Mas de fato lá é nossa primeira opção, se, por ventura, a gente não conseguir lá, vamos passar para a segunda opção.

No entanto, ainda restam muitos passos até a compra em definitivo do terreno e a construção de uma nova arena para receber jogos de futebol do Flamengo. Concomitantemente, o Rubro-Negro luta para vencer a licitação para gerir o Maracanã.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.