Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Diego Costa destaca ambição por títulos como crucial para aceitar proposta do Botafogo e garante empenho ao se juntar ao grupo

Apresentado nesta quarta-feira (16), atacante mostra otimismo com situação da equipe e nega rumores de atritos em vestiários...

Futebol|Do R7

Lance
Lance 'Comigo é primeiro Botafogo, segundo Botafogo e terceiro Botafogo. Zero ego', disse Diego Costa (Foto: Vinícius Faustini / Lance!)

A luta por alçar novos voos move Diego Costa em sua chegada ao Nilton Santos. Apresentado na tarde desta quarta-feira (16), o novo centroavante do Botafogo não escondeu que em seu retorno ao futebol brasileiro o desejo de conquistar mais títulos foi crucial para um acordo.

Em entrevista coletiva, o jogador de 34 anos, que será o camisa 19 alvinegro, destacou.

- Venho com a ambição de sempre, de fazer o meu melhor para o Botafogo O momento que eu tomei a decisão não foi difícil, por tudo que o Botafogo vem vivendo no campeonato. É uma família. Esses três dias que estou aqui dá para perceber isso - disse.

E, em seguida, Diego Costa valorizou o que o motiva neste momento da carreira.

Publicidade

- A ambição. Sempre pedi a Deus que pudesse me mostrar algo que pudesse me mostrar algo que tivesse sentido. E não tem nada melhor que o Botafogo agora, disputando títulos. Isso foi um fator que pesou. Quero ter essa motivação de disputar algo - afirmou.

O atacante ainda falou sobre a possibilidade de formar um ataque com Tiquinho Soares, camisa 9 do Glorioso.

Publicidade

- Em relação a jogar com Tiquinho ou não, meu objetivo é me entregar aos treinamentos. Quando jogar, vou dar meu máximo, seja começando ou não. Todo jogador tem que ter respeito. Tiquinho é o artilheiro do time, está com uma lesão, mas é curta, graças a Deus. Se puder jogar os dois, perfeito - garantiu.

Diego Costa também rechaçou a fama de que crie atritos em vestiários. Segundo o astro, não há motivo de preocupação com esta parte.

Publicidade

- Sou uma pessoa muito humilde, zero ego. Tudo que consegui na minha vida foi através de trabalho e na humildade. Comigo é primeiro Botafogo, segundo Botafogo e terceiro Botafogo. E se eu jogar a prioridade vai ser ajudar e se não jogar vou tentar ajudar de outra forma o grupo. Sempre tentei ajudar os meus companheiros. Essa esperança dos torcedores adversários não me importa, é algo que nem questiono - afirmou.

O atleta se mostrou entusiasmado com o momento do Glorioso.

- Sinceramente, a situação que está vivendo o Botafogo é uma surpresa, não pelo clube que é, que é muito grande. Mas pelo planejamento que aconteceu. O Botafogo está muito sólido. A pontuação é muito boa. Não tem nada feito, o Campeonato Brasileiro é muito difícil, mas o importante é que está sólido na questão de grupo. Só tive três dias, mas já deu para notar a família que temos aqui dentro - destacou.

Ao ser perguntado em relação à forma como quer ser lembrado pela torcida, Diego Costa foi veemente.

- Campeão, né, pai?! (risos).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.