Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Bastidores do Corinthians: pressa foi principal fator para a contratação de Cuca

Antes de fechar com Cuca, Duílio entrou em contato com líderes das torcidas organizadas a fim de minimizar a repercussão negativa da...

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

O anúncio da contratação de Cuca pelo Corinthians aconteceu menos de uma hora após a confirmação da saída de Fernando Lázaro do comando técnico e o remanejamento do profissional de volta ao cargo de auxiliar na comissão permanente. A rapidez foi proposital, já que a diretoria do clube alvinegro tinha pressa em anunciar um novo treinador.

Logo após a derrota corintiana para o Argentinos Juniors, na noite da última quarta-feira (19), pela Libertadores, os responsáveis pelo departamento de futebol da equipe discutiam nomes para substituir Fernando Lázaro. Uma reunião foi agendada para antes do treinamento, programado para o período da tarde, onde a decisão já estava tomada: a saída do profissional, o realocando para uma nova função.

+ Veja tabela e a situação do Timão no Brasileirão

Inicialmente, existia a dúvida se moveria ele para auxiliar-técnico ou ao Cifut (Centro de Inteligência do Futebol), como analista de desempenho. A decisão de inseri-lo novamente como auxiliar e dispensar Thiago Larghi e Luciano Dias foi tomada somente nesta manhã.

Publicidade

+ Fernando Lázaro tem noite desastrosa e leva a pior nota em derrota do Corinthians

Antes mesmo do encontro que selaria o remanejamento das funções de Lázaro no Timão, a direção já havia conversado com uma pessoa ligada a Cuca, que apresentou o nome do treinador como opção para assumir o clube.

Publicidade

Foi passado aos representantes do Corinthians que era sabido da força contrária que a torcida poderia fazer, por conta da condenação do profissional por estupro na década de 80, quando ainda era jogador e defendia o Grêmio em uma excursão à Europa, mas que o treinador estava disposto a responder com trabalho. Ele, inclusive, se colocou à disposição de dirigir o time já neste fim de semana, contra o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro.

+ Guia Corinthians: onde assistir, análise dos adversários e tudo sobre o Timão na Libertadores

Publicidade

Sabendo disso, o presidente Duílio Monteiro Alves entrou em contato com líderes das torcidas uniformizadas a fim de minimizar a repercussão negativa da contratação e encontrou apoio em alguns. A justificativa foi que Cuca é o melhor nome à disposição no mercado e dentro dos padrões financeiros do clube alvinegro.

A parte financeira foi rapidamente resolvida entre a direção corintiana e o estafe de Cuca. O salário do treinador será maior do que Fernando Lázaro ganhava, mas bem inferior ao que Vítor Pereira recebeu no ano passado. Ele assinou contrato até o final de 2023.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.