Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

F1: Mercado aguarda decisão de Lewis Hamilton para decidir 'dança das cadeiras' entre pilotos

O piloto britânico estuda renovar com a Mercedes ou trocar de equipe

Lance|

Lance
Lance Lance

O contrato do piloto Lewis Hamilton com a Mercedes está chegando ao fim e as escuderias estão aguardando o posicionamento do heptacampeão, se ele vai continuar correndo pela equipe alemã ou aceitará um novo desafio. O chefe da estrela de três pontas, Toto Wolff, afirmou nesta terça-feira que a renovação é questão de dias, não de semanas.

Essa questão dura seis meses e até então não temos uma confirmação. Em Janeiro deste ano, o austríaco havia prometido aos fãs que esse problema seria resolvido durante os primeiros testes desta temporada, porém, nenhuma informação surgiu. No GP de Miami, Wolff declarou que não havia dificuldade nas negociações e em qualquer instante a assinatura surgiria, mas também não tivemos atualização do contrato.

A parte importante deste contrato é o salário, que pode ser algo decisivo para a continuação do heptacampeão na Mercedes. Atualmente o britânico ganha entre US$40 milhões e US$45 milhões por temporada e logicamente, não vai querer receber menos que este valor. Até o início do mês, houveram certos comentários sobre a equipe não ter o recurso suficiente para mantê-lo, no entanto Toto já tranquilizou os fãs e afirmou:

- Temos um relacionamento tão bom, que tememos o momento em que precisamos falar sobre dinheiro- disse o chefe da escuderia alemã

Na última renovação, Hamilton assinou um compromisso de dois anos e caso faça o mesmo, no final deste ele terá 40 anos. A estrela de três pontas pode prorrogar o contrato para mais um ano, já que a maioria dos contratos dos pilotos finalizam em 2024. No entanto, até o momento, não sabemos a duração do contrato e nem o valor.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.