Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Cruzeiro, Corinthians e Atlético-MG lamentam morte de Palhinha, aos 73 anos

Ele estava internado em um hospital em Belo Horizonte e não resistiu a uma infecção

Lance

Lance|Do R7


Lance
Palhinha brilhou por Raposa, Galo e Timão nos anos 1970 e 1980- (Reprodução/Cruzeiro)

A morte do ex-jogador e ídolo de Cruzeiro, Atlético-MG e Corinthians, Palhinha, aos 73 anos, ocorrida na manhã desta segunda-feira (17) em Belo Horizonte por complicações de uma infecção, gerou comoção nos torcedores. 

Os três principais clubes que o jogador atuou se manifestaram nas redes sociais. Veja as repercussões abaixo. Palhinha é um dos maiores ídolos da história do Cruzeiro, onde conquistou títulos aLibertadores de 1976 e sete Campeonatos Mineiros. Ao todo, foram 547 jogos com a camisa celeste e 145 gols marcados. Ele é o maior artilheiro brasileiro em uma única edição da Libertadores, ao marcar 13 gols em 1976, pela Raposa.

Palhinha foi revelado na Toca da Raposa também teve boas passagens por rivais América-MG e Atlético-MG. No Corinthians, teve sucesso com a conquista de Campeonatos Paulistas. Atuou também por Santos e Vasco, além da seleção brasileira.

Em 1980, Palhinha esteve no time do Galo que foi vice-campeão brasileiro, ao ser derrotado na decisão pelo Flamengo de Zico. 

Publicidade

Entre as décadas de 1980 e 1990, foi treinador de futebol. Além de dirigir os clubes mineiros, trabalhou no Rio Branco-MG, Corinthians, União São João, Ferroviário, Inter de Limeira e Villa Nova.

Natural da capital mineira, há anos Palhinha convivia com problemas de saúde, como na coluna. A família ainda não divulgou informações sobre o sepultamento.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.