Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

!Atropelo! Japão domina Zâmbia e aplica maior goleada da edição

Duelo válido pela Copa do Mundo Feminina

Lance|

Lance
Lance Lance

Na madrugada deste sábado (tarde na Nova Zelândia), Zâmbia e Japão se enfrentaram pela Copa do Mundo Feminina. As asiáticas não tomaram conhecimento das africanas e aplicaram a maior goleada da edição de 2023 do Mundial: 5 a 0. Miyazawa (2), Tanaka, Endo e Ueki marcaram os gols do encontro.

+ Conheça a história da Seleção Brasileira na Copa do Mundo Feminina

Com a vitória, a seleção japonesa assumiu a primeira colocação do grupo C, igualando os três pontos da Espanha, mas superando as europeias no saldo de gols Já as zambianas ficaram na última colocação, também por ter um saldo menor em relação à Costa Rica.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

Confira cinco lances capitais do encontro

!DEMOROU! O primeiro tento da goleada só veio a acontecer aos 43 minutos do primeiro tempo. Yui Hasegawa achou um lindo passe pelo alto para Aoba Fujino. A camisa 15 dominou de perna esquerda e achou um cruzamento açucarado para Hinata Miyazawa, que completou de primeira, colocado, tirando da goleira Catherine Musonda para inaugurar o marcador.

Publicidade

!ABRIU A PORTEIRA! Na segunda etapa, os gols viriam a acontecer com maior facilidade. Hasegawa novamente apareceria para achar um passe entre linhas e quebrar o sistema da Zâmbia. Desta vez, aos nove da metade final, a número 14 achou linda assistência no corredor para Jun Endo, que cruzou de canhota no meio da área. Mina Tanaka, em ótimo movimento de centroavante, deu um carrinho para desviar levemente e colocar no fundo da rede.

!INTELIGÊNCIA! Sete minutos depois, Miyazawa voltou a marcar. Em cobrança de lateral de Hasegawa, Tanaka fez um lindo giro sobre a marcação e cruzou na área. Ocupando o lugar da centroavante no miolo defensivo da Zâmbia, Miyazawa contou com um erro em saída da goleira Musonda e, com o gol aberto, só teve o trabalho de empurrar para mais um gol.

Publicidade

!DIA DE GARÇONETE! Hasegawa, participando mais uma vez de um gol, recebeu após trabalho de pivô de Ueki e achou um passe de primeira no aberto corredor esquerdo para Endo. A ponta-esquerda, também em grande partida, desta vez foi mais fominha e bateu forte com a perna canhota, tirando de Musonda.

!NA MARCA DA CAL! De novo, Hasegawa apareceu no meio para pifar uma companheira. Desta vez, a afortunada foi Ueki, que saiu na frente da goleira Musonda e arriscou o drible, sendo derrubada na área. Pênalti que resultou a Catherine o segundo cartão amarelo e, consequentemente, a expulsão. A própria Ueki foi para a cobrança e parou na goleira reserva Sakala, mas o lance voltou após adiantamento da arqueira. Desta vez, Ueki bateu chapado, tirando e fechando o placar em 5 a 0.

Como foi a primeira etapa do jogo?

O primeiro tempo foi de domínio das japonesas, mas uma espécie de ansiedade foi tomando conta. Aos 22, as asiáticas tiveram um gol anulado, o que levou o primeiro tento válido a sair apenas aos 43 minutos, com Miyazawa. A seleção de Zâmbia praticamente não assustou e a mínima organização que foi vista na metade inicial derreteria após o gol.

E o segundo tempo?

A seleção japonesa mostrou ser muito bem treinada e ter um repertório gigantesco de jogadas, contando muito com a armação da habilidosa Hasegawa. Depois do primeiro, os gols sairiam com facilidade e sem muito esforço. Ao fim da partida, as estatísticas mostravam 26 chutes do Japão, sendo 11 na direção do gol, contra nenhuma finalização da Zâmbia. A equipe asiática corre bem por fora na briga por um título, mas a estreia pode ter empolgado a equipe.

Como ficou a situação do grupo?

Com o resultado, o Japão assumiu a primeira colocação do grupo C, ultrapassando a então líder Espanha. Ambas as equipes têm três pontos, mas as japonesas abriram cinco de saldo, contra três das espanholas. Já na parte de baixo, a Costa Rica ficou em terceiro, com zero pontos e -3 de saldo, enquanto a Zâmbia, com os mesmos zero pontos, foi a -5.

FICHA TÉCNICA

Zâmbia x Japão

Data e horário: 22 de julho de 2023, às 4h (horário de Brasília)

Local: FMG Stadium Waikato, em Hamilton (NZE)

Arbitragem: Tess Olofsson (árbitra), Lucie Ratajova e Polyxeni Irodotou (auxiliares), Anahí Fernández (quarta árbitra), Massimiliano Irrati e Salomé Di Iorio (VAR)

Público: 16.111 presentes

Cartões amarelos: Catherine Musonda (ZAM), aos 51 e aos 96 (expulsa)

Gols: Hinata Miyazawa, aos 43' e aos 62'; Mina Tanaka, aos 54';, Jun Endo, aos 71'; e Riko Ueki, aos 101' (JAP)

ZÂMBIA (Treinador: Bruce Mwape)

Catherine Musonda; Margaret Belemu, Agness Musase, Lushomo Mweemba (Vast Phiri) e Martha Tembo; Ireen Lungu (Ochumba Lubandji), Susan Banda e Evarine Katongo; Siomala Mapepa (Avell Chitundu (Eunice Sakala)), Racheal Kundananji e Barbra Banda

JAPÃO (Treinador: Futoshi Ikeda)

Ayaka Yamashita; Rion Ishikawa, Saki Kumagai e Moeka Minami; Risa Shimizu, Yui Hasegawa, Fuka Nagano e Jun Endo (Kiko Seike); Hinata Miyazawa (Remina Chiba) e Aoba Fujino (Hikaru Naomoto); Mina Tanaka (Riko Ueki)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.