Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Abel Ferreira explica mudanças no Palmeiras e fala de Dudu: 'Não há substituto, só há um'

Verdão fez uma partida ruim diante do Deportivo Pereira, mas treinador afirma que já usou formação em outros momentos

Lance

Lance|Do R7


Lance
Abel Ferreira falou que não há substituto para Dudu no Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras apenas empatou com o Deportivo Pereira-COL, nesta quarta-feira (30), mas garantiu a classificação na semifinal da Libertadores. Acontece que a atuação não convenceu os torcedores no Allianz Parque, já que Abel Ferreira fez algumas mudanças táticas que não caíram nas graças dos palmeirenses. No entanto, o treinador afirmou que nada foi novidade e aproveitou para cravar que não há substituto para Dudu.

+ Veja tabela da Libertadores-2023 clicando aqui

Em entrevista coletiva após a partida, o treinador português explicou um pouco de sua estratégia para tentar superar o adversário, que veio para São Paulo com o objetivo de não deixar o Verdão jogar.

+ Copo Stanley a partir de R$120,00. Bebida gelada nos 90' de jogo do Verdão!

Publicidade

- Nossa estratégia passava por saída a três, optamos pelo Luan, um zagueiro atrás e um centroavante na frente. O adversário veio com uma pegada tremenda, não deixava jogar, um jogo de muitos duelos. As substituições já estavam programadas, felizmente sem lesões, que era minha grande preocupação. Nosso adversário veio para não deixar jogar, não tinha nada a perder. Acho que acabou por ser um jogo não muito bem jogado.

Abel foi perguntado também sobre a possibilidade de ter usado uma alternativa à ausência de Dudu, que sofreu uma lesão no joelho e voltará somente em 2024. No entanto, o treinador tratou de evitar qualquer tentativa de uma substituição ao Baixola. Além disso, afirmou que o esquema com três zagueiros não é uma novidade.

Publicidade

+ Palmeiras joga para o gasto, mas empata para confirmar vaga na semifinal da Libertadores

- O que eu fiz aqui, não foi nada novo, já jogamos de todas as maneiras. Podemos usar ou não três zagueiros, depende do que o treinador achar. Ninguém substitui Dudu, porque Dudu só há um. Minha função é arranjar soluções, seja com três, quatro zagueiros, como o Guardiola já jogou. Se a gente muda, é o sistema tático, mas isso é só a partida, o que muda é a dinâmica. Seja com um zagueiro ou com um lateral recuado. É entender o que tem a fazer a cada jogo - concluiu o técnico alviverde.

O Palmeiras agora foca suas atenções no Dérbi deste domingo (3), pelo Brasileirão. O Verdão vai até a Neo Química Arena para enfrentar o Corinthians, às 16h, pela 22ª rodada. Já a Libertadores voltará a ser disputada no dia 27 de setembro, na Bombenera, diante do Boca Juniors, pela ida da semifinal.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.