Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Diniz busca definir substituto de André para o Fla-Flu; veja as opções

Camisa 7 foi expulso diante do Botafogo e está suspenso para primeiro jogo das semifinais do Campeonato Carioca no sábado (9)

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

- Foto: Lucas Merçon/Fluminense
- Foto: Lucas Merçon/Fluminense - Foto: Lucas Merçon/Fluminense (Jogada 10)

O primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca entre Fluminense e Flamengo se aproxima, porém Fernando Diniz ainda não definiu quem será o substituto do seu principal desfalque: André. Os rivais medem forças neste sábado (9), às 21h (de Brasília), no Maracanã, entretanto, o Tricolor não poderá contar com o seu camisa 7, que está suspenso.

Com a virada do ano, após o Mundial de Clubes, o clube esperava perder o volante para o futebol europeu. Contudo, o atleta ficará pelo menos até junho e além do título da Recopa, poderá participar do início da fase de grupos da Libertadores e das primeiras rodadas do Brasileirão. Diante do Rubro-Negro, no entanto, o treinador exercerá algo que pode acontecer no segundo semestre, sem o jovem.

Logo após o Fluminense chegar ao empate diante do Botafogo, no Maracanã, André errou a saída de bola e acabou cometendo pênalti em Hugo. Assim, foi expulso no clássico Vovô, que fez o time perder posições na tabela e encontrar o rival das últimas finais mais cedo do que imaginava. A pergunta que fica é, como Diniz irá escalar a equipe sem seu camisa 7?

Mais uma joia da base

Uma das principais opções para o treinador é colocar Martinelli como primeiro volante, para fazer a função de André, algo que já aconteceu. Ao seu lado, entraria mais um Moleque de Xerém: Alexsander, que foi titular da Seleção sub-23 no Pré-Olímpico, na Venezuela. O intuito inicial já era dar ainda mais oportunidade ao jovem que demonstra potencial e personalidade.

Publicidade

Para a manutenção do camisa 8 como segundo homem do meio de campo, as opções são mais escassas. Isso porque Gabriel Pires não tem sido relacionado por conta de um problema físico e é dúvida. Além dele, Felipe Andrade, que foi titular da posição no início do Estadual, quando o Tricolor colocou em campo um time recheado de jovens e reservas, corre por fora.

Mais técnica na saída de bola

Na decisão da Recopa, o Fluminense demonstrou que com os reforços pontuais pode ter um elenco mais qualificado para 2024. Uma das peças que entrou bem foi Renato Augusto, que já atuou como segundo homem e poderia dar mais qualidade à saída de bola e as transições ofensivas. Além disso, poderia trazer mais agressividade ao setor por ser um jogador que busca finalizações.

Publicidade

Outro meia que também pode atuar mais recuado e, inclusive, já jogou no setor em 2023, é Lima. Apesar da polivalência desde os tempos em que defendia as cores do Ceará, o atleta não teve uma boa atuação diante do Glorioso em uma função semelhante.

Ofensividade e entrada do xodó

Fernando Diniz também pode optar por uma mudança no esquema tático com a utilização de mais um atacante, como aconteceu em alguns momentos da última temporada. Seria uma escolha mais ousada, já que colocaria John Kennedy ao lado de Keno, Arias e Cano, no famoso 4-2-4.

Publicidade

Como é apenas o jogo de ida, não se sabe se o treinador tentará algo mais ofensivo mesmo não tendo a vantagem dos dois resultados iguais. Por outro lado, o camisa 9 tem moral por tudo que fez em 2023 na campanha do título da Libertadores e certamente será utilizado mesmo que saindo do banco. Contra o Alvinegro, foi de seus pés, de pênalti, que saiu o gol que recolocou o time no duelo.

Ao longo da semana, o atacante marcou um bonito gol de voleio durante uma atividade no CT Carlos Castilho. Na decisão da Recopa, diante da LDU, novamente foi acionado nos momentos em que o time precisava de uma alternativa para quebrar linhas. Sua entrada traria mais profundidade e agressividade para buscar o resultado já no primeiro jogo.

Por fim, o jogo de volta entre Flamengo e Fluminense acontece no próximo dia 17, domingo. No entanto, a Ferj ainda não definiu o horário da partida, algo que acontecerá ao longo da próxima semana. O Rubro-Negro por ter sido o campeão da Taça Guanabara tem a vantagem de dois resultados iguais. No outro lado da chave, Nova Iguaçu e Vasco também medem forças por uma vaga na decisão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.