Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Tribunal Administrativo do Esporte espanhol abre processo contra Rubiales

Presidente será investigado por 'falta grave' por beijo forçado na jogadora Jenni Hermoso

Futebol|Do R7

Rubiales está sendo investigado pelo Tribunal Administrativo do Esporte espanhol
Rubiales está sendo investigado pelo Tribunal Administrativo do Esporte espanhol Rubiales está sendo investigado pelo Tribunal Administrativo do Esporte espanhol

O Tribunal Administrativo do Esporte (TAD) espanhol abriu um processo disciplinar por falta grave contra o presidente suspenso da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) pelo beijo forçado dado na jogadora Jenni Hermoso, disseram à AFP fontes próximas ao caso.

O fato de o processo ser aberto por faltas graves e não muito graves impedirá que o Conselho Superior do Desporto (CSD) possa incapacitar provisoriamente Rubiales na Espanha, que já foi suspenso pela Fifa.

O TAD estava deliberando desde segunda-feira, depois de o CSD ter apresentado a ele queixa por duas "infracções gravíssimas", por um possível "abuso de autoridade" e "atos que violam a dignidade ou o decoro desportivo", solicitando a suspensão cautelar do o agente federal.

"Continuamos pensando que esta denúncia tem todos os fundamentos legais para ser tratada como uma infracção gravíssima", explicou o secretário de Estado para o Esporte e presidente do CSD, Víctor Francos.

Publicidade

A qualificação de "muito grave" dos fatos foi necessária para que o CSD pudesse suspender Rubiales, enquanto o TAD julga o mérito dos fatos e dá o veredito final.

Compartilhe esta notícia no Whatsapp

Publicidade

Compartilhe esta notícia no Telegram

Rubiales, que se recusou a renunciar após o beijo forçado em Jenni Hermoso na cerimônia de medalha da Copa do Mundo, está suspenso por noventa dias pela Fifa, que também abriu um processo disciplinar para ele na semana passada por este caso.

Publicidade

Juntamente com a justiça desportiva, no processo penal, a Procuradoria do Tribunal Nacional, a principal instância penal espanhola, decidiu abrir um processo por um "suposto crime de agressão sexual", segundo um comunicado.

O Ministério Público afirma confiar nas "declarações públicas" da jogadora, mas entrará em contato com ela para lhe oferecer a possibilidade de apresentar queixa, passo fundamental para o avanço do processo penal.

Não é só Rubiales: veja outros dirigentes que foram acusados de assédio sexual

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.