Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Relembre a trajetória de Jorge Sampaoli, novo técnico do Flamengo

Argentino chega ao Rubro-Negro com a experiência de duas Copas do Mundo, mas com desgaste interno nos últimos trabalhos

Futebol|Do Live Futebol BR

Novo técnico do Flamengo, Jorge Sampaoli terá sua terceira passagem pelo futebol brasileiro quando se apresentar ao Rubro-Negro. O argentino de 63 anos traz ao clube a experiência de quase 30 anos de carreira e duas Copas do Mundo, mas desgaste em seus trabalhos recentes tanto no Brasil quanto no exterior.

Sampaoli comandou seu primeiro time de nível principal em 1994, mas só foi realizar seu primeiro trabalho mais vitorioso em 2011, qunando assumiu a Universidad de Chile. O treinador foi campeão chileno e da Copa Sul-Americana pelo clube e foi o escolhido para comandar a seleção do Chile no final de 2012.

Leia também

Sob comando de Sampaoli, a seleção chilena se classificou para a Copa do Mundo de 2014, sendo eliminada pelo Brasil nas oitavas de final, e foi campeã da Copa América de 2015 batendo a Argentina nos pênaltis, conquistando o primeiro grande título de La Roja na história.

Jorge Sampaoli voltou a comandar uma seleção em 2017, desta vez a Argentina, após quase um ano no Sevilla. No comando da equipe de seu país, o treinador foi bastante contestado pelo desempenho nas eliminatórias e na Copa do Mundo, com destaque para a derrota por 3 a 0 para a Croácia. Ele foi demitido logo após o Mundial com quatro anos de contrato restantes.

Publicidade

Meses depois da Copa do Mundo, Sampaoli assumiu o comando do Santos e teve um trabalho marcado tanto pelo futebol de qualidade quanto pelo desgaste com a diretoria, sobretudo o presidente José Carlos Peres. O argentino deixou o clube após praticamente um ano e foi para o Atlético-MG, onde o cenário foi parecido, com um bom trabalho em campo, mas desgaste interno no clube.

Desde que se demitiu do Galo, em fevereiro de 2021, Sampaoli comandou o Olympique de Marselha, da França, e novamente o Sevilla, da Espanha. No clube francês, sua saída após um ano e meio foi, novamente, motivada por questões internas. Já no time espanhol, o problema foi o desempenho em La Liga, já que a equipe está lutando contra o rebaixamento.

Dos 20 times da 1ª divisão do Brasileirão, só um começa o campeonato sem técnico

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.