Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Mandante em Londrina, Santos quer sufocar lanterna Botafogo-SP para retomar topo da Série B

Na outra ponta da tabela, equipe de Ribeirão Preto tem apenas 4 pontos e luta para sair da zona de rebaixamento

Futebol|Do Estadão Conteúdo

Willian Bigode, atacante do Santos, em partida contra o América-MG (FERNANDO MORENO/Estadão Conteúdo - 24.05.2024)

Após perder a liderança da Série B para o Goiás na sexta-feira (31), o Santos tenta recuperar o primeiro lugar no duelo com o lanterna Botafogo-SP, nesta segunda-feira (3), às 20h, no estádio do Café, em Londrina, pela oitava rodada. A escolha do lugar se deu em uma tentativa de explorar a marca do clube na região, além de receber uma compensação financeira de investidores que giraria na casa dos R$ 600 mil, mais o pagamento das despesas de locomoção.

O Santos, no entanto, poderá contar apenas com 80% da capacidade do estádio do Café, fruto de uma punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por confusão ocorrida após ter o rebaixamento decretado no ano passado. Mesmo assim, a expectativa de público é maior do que receberia se atuasse na Vila Belmiro.

Como mandante, o Santos tem 100% de aproveitamento. Foram três jogos, três vitórias e dez gols marcados, sendo os dois últimos por quatro gols: Paysandu (2 a 0), Guarani (4 a 1) e Brusque (4 a 0).

A partida servirá também para o Santos se recuperar da derrota sofrida pelo América-MG por 2 a 1, em Belo Horizonte, em duelo com grande polêmica envolvendo a lesão do goleiro João Paulo e o gol marcado por Renato Marques. O time alvinegro tem 15 pontos, contra 17 do Goiás.

Publicidade

O Botafogo, por outro lado, ainda não venceu na competição e está na lanterna, com quatro pontos. O time de Ribeirão Preto vinha priorizando a Copa do Brasil, mas acabou sendo eliminado pelo Palmeiras na terceira fase. As atenções, agora, estão voltadas para a Série B.

No Santos, o principal desfalque é o goleiro João Paulo, que não deve mais entrar em campo na temporada. Ele sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles diante do América-MG, o que fez o clube voltar ao mercado em busca de um novo arqueiro. Enquanto isso, Gabriel Brazão terá sua primeira sequência como titular.

Publicidade

”Vai ser um jogo muito difícil. O Botafogo-SP tem um time muito qualificado, então a gente tem que tratar como mais uma final, como são todos os jogos para nós. A preparação e a concentração são sempre as mesmas. Temos que manter os pés no chão, trabalhar firme, pois temos certeza que vai ser um jogo duro”, disse o goleiro.

Brazão deve ser a única novidade do técnico Fábio Carille entre os titulares. O treinador, no entanto, ganhou dois reforços que ficam como opções no banco de reservas. Recuperado de uma entorse no tornozelo direito, o volante João Schmidt está de volta e a tendência é que ganhe minutagem durante o embate.

Publicidade

O retorno mais esperado é de Alison. Contratado no ano passado para ser o líder da equipe, o volante sofreu um entorse no joelho e precisou passar por uma cirurgia para a reconstrução do ligamento cruzado anterior. Ele não entra em campo há 11 meses.

Do outro lado, o Botafogo-SP teve um novo desfalque de última hora. Trata-se do zagueiro Ericson, que sofreu uma lesão muscular de grau um na coxa durante a preparação para o duelo e sequer viajou para Londrina. Além dele, os zagueiros Bernardo Schappo e Matheus Costa, e o atacante Robinho continuam vetados pelo departamento médico.

”Estamos desconfortáveis com esse momento, mas temos um grupo comprometido, trabalhador e guerreiro. Temos também um treinador trabalhador e de caráter. Então, precisamos unir forças para sair desta situação. Nosso ambiente também é bom e confiamos na comissão técnica, assim como a comissão técnica confia na gente. Neste momento, precisamos ter controle emocional e vencer o mais rápido possível”, disse João Carlos.

FICHA TÉCNICA SANTOS X BOTAFOGO

SANTOS - Gabriel Brazão; JP Chermont, Gil, Joaquim e Escobar; Tomás Rincón, Diego Pituca e Giuliano; Weslley Patati, Otero e Willian Bigode.

BOTAFOGO - João Carlos; Wallison, Lucas Dias, Bernardo Schappo e Patrick Brey; João Costa, Gustavo Bochecha, Emerson Ramon, Toró e Douglas Baggio; Alex Sandro. Técnico: Paulo Gomes.

ÁRBITRO - Gustavo Ervino Bauermann (SC).

HORÁRIO - 20h.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.