Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Brasil e Croácia trocam favoritismo antes das quartas da Copa 2022

Partida que vale vaga na semifinal acontece nesta sexta-feira, às 12 horas (de Brasília), no estádio Cidade da Educação

Copa do Mundo|André Avelar e Cosme Rímoli, do R7, em Doha, no Catar

Técnico Tite deve repetir escalação da seleção brasileira pela primeira vez em quatro jogos
Técnico Tite deve repetir escalação da seleção brasileira pela primeira vez em quatro jogos Técnico Tite deve repetir escalação da seleção brasileira pela primeira vez em quatro jogos

Em uma Copa do Mundo que já viu algumas zebras, o favoritismo significa menos ainda em relação a uma partida comum de futebol. Mesmo assim, jogadores de Brasil e Croácia, que se enfrentam nesta sexta-feira (9) por uma vaga na semifinal, não admitem maiores chances de vitória uns sobre os outros. A partida acontece às 12 horas (de Brasília), no estádio Cidade da Educação, em Doha, no Catar.

O lateral Danilo e o meio-campo Luka Modric trocaram favoritismo entre Brasil e Croácia na entrevista oficial na véspera da partida. O diferencial, desta vez, pareceu o respeito genuíno de parte a parte. Ao longo da história da Copas, as duas seleções se enfrentaram em duas oportunidades: na Alemanha 2006 (1 a 0) e no Brasil 2014 (3 a 1).

Danilo começou ressaltando a qualidade dos meio-campistas croatas. Vice-campeã na Rússia 2018, a equipe, claro, tem uma base envelhecida, mas ainda com extrema capacidade para surpreender o Brasil.

“A Croácia marcou cinco gols e sofreu dois até agora. Se não me engano, em seis participações na Copa chegou a uma final e teve três quartas. Conta com jogadores do calibre de Modric, como Kovacic, Perisic, Brozovic, habituados a grandes decisões. Vai ser uma partida que nos exige estar no máximo da concentração e empenho. É um adversário que vai bater de frente com a gente de todas as maneiras”, disse o jogador.

Publicidade

Leia também

Para esta partida, o atleta deve, de novo, atuar improvisado na lateral-esquerda. Sem Alex Sandro, que ainda se recupera de uma lesão muscular na região do quadril, não teria condições de jogo. Éder Militão seria o lateral-direito no lugar de Danilo. Se isso se confirmar, a formação será repetida pela primeira vez nos quatro jogos até aqui.

Talvez nem os próprios croatas acreditassem em uma classificação para as quartas de final. A partida contra o Japão contou com uma atuação catastrófica dos rivais nas cobranças de pênalti. Uma vez na fase seguinte, a equipe quer ainda mais.

Publicidade

“Fizemos um bom trabalho por chegar às quartas de final, mas, independentemente disso, queremos mais. A maior partida da Copa do Mundo está bem à nossa frente. O Brasil é sempre favorito, mas especialmente nesta Copa merece isso. Temos que ser nós mesmos, dar nosso melhor. Não podemos ficar satisfeitos só com as quartas”, disse o camisa 10 da icônica camisa quadriculada.

O vencedor de Brasil e Croácia enfrentará quem avançar de Argentina e Holanda. As duas partidas acontecem na sexta-feira: a primeira, às 12 horas (de Brasília), no estádio Cidade da Educação; a outra, às 16 horas, no Lusail.

Dança, recado e zoeira: como as seleções comemoraram as vagas nas quartas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.