Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Projeto de arquitetos franceses quer transformar estádios da Copa em moradias populares

“Casa Futebol” sugere preencher espaços das arenas com moradias pré-fabricadas

Copa do Mundo 2014|Do R7

Reprodução da fachada do Mané Garrincha com casas populares
Reprodução da fachada do Mané Garrincha com casas populares Reprodução da fachada do Mané Garrincha com casas populares

Depois dessa ideia, elefantes brancos estarão em extinção no Brasil. O projeto "Casa Futebol", da dupla de arquitetos franceses Axel de Stampa e Sylvain Macaux, sugere que os doze palcos da Copa do Mundo sejam transformados em casas para pessoas desabrigadas. Detalhe: isso sem que os estádios deixem de receber partidas de futebol.

Por dívida, poder público pode tomar resort que hospedou Alemanha na Bahia

"Não é uma questão de questionar o interesse do povo brasileiro pelo futebol, mas de propor uma alternativa ao déficit de moradias", diz o site do projeto. "Os estádios continuarão a ser usados, recebendo partidas de futebol. Uma parte dos lucros será usada para financiar a construção e a manutenção das casas", completa.

A idéia da dupla é preencher alguns espaços dos estádios, inclusive as fachadas, com pequenas moradias pré-fabricadas de aproximadamente 105 m².

De acordo com o "Casa Futebol", parte do dinheiro pago pelos torcedores na compra de ingressos iria para a construção das moradias populares.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.