Sampdoria informa que seus sete jogadores infectados estão curados da covid-19

Os sete jogadores da Sampdoria que testaram positivo para a covid-19 estão curados. O anúncio foi feito, nesta quinta-feira, em um comunicado do time italiano, com sede em Gênova.

Os atletas são: Manolo Gabbiadini, Omar Colley, Albin Ekdal, Antonino La Gumina, Morten Thorsby, Fabio DePaoli e Bartosz Bereszynski. Eles foram contaminados no mês passado e fazem parte da equipe principal.

"A UC Sampdoria anuncia que, após realizar os testes exigidos por lei, todos os membros que haviam contraído a covid-19 deram negativo", afirmou a nota da equipe, que, antes da paralisação do futebol, ocupava a 16.ª colocação no Campeonato Italiano, um ponto à frente do Lecce, equipe que abre a zona de rebaixamento.

O argentino Germán Pezzella, o croata Dusan Vlahovice, o italiano Patrick Cutrone (todos da Fiorentina), assim como Daniele Rugani e o francês Blaise Matuidi, ambos da Juventus, além de Mattia Zazzagni, do Verona, também se recuperaram da doença.

O argentino Paulo Dybala, da Juventus, que também deu positivo para o novo coronavírus, continua à espera do exame que certifique que se recuperou, apesar de estar bem há vários dias e sem sintomas.