Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti - Blogs
Publicidade

Nesta quarta, Inter e Juventus tentam salvar a sua temporada

Acontece, no Olímpico de Roma, campo neutro, a decisão da edição de número 75 da Copa Itália, uma competição que a equipe de Turim já conquistou 14 vezes e a agremiação de Milão venceu sete

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

A taça e os emblemas das duas adversárias na decisão
A taça e os emblemas das duas adversárias na decisão A taça e os emblemas das duas adversárias na decisão

A conquista da Copa Itália nesta quarta-feira, 11 de Maio, deverá salvar a temporada da equipe que levar a taça, a Internazionale de Milão ou a Juventus de Turim. Carinhosamente apelidada de “Biscione”, por causa da serpente mitológica que lhe serve de símbolo visual, a Inter provêm do título do “Nazionale” de 2020/2021, o seu 19º, e sonhava com o bi que lhe permitiria bordar a segunda estrelinha dourada nos seus uniformes. Porém, só liderou o Campeonato em meras oito das 36 jornadas até agora disputadas, entre a 17 e a 24. A “Senhora”, por sua vez, perereca horrorosamente na segunda “stagione” consecutiva depois do seu enea. Muito mal e porcamente assegurou uma vaga na próxima Champions League da UEFA. Sem dizer que as duas fracassaram de maneira patética na atual ChL, a principal competição de clubes do planeta. A Copa Itália, enfim, valerá de vil consolo.

A "Biscione", símbolo da Inter
A "Biscione", símbolo da Inter A "Biscione", símbolo da Inter

Acontecerá em jogo único no Olímpico de Roma a final da Copa Itália de 2021/2002. Já houve tempo em que tal decisão ocorria em duas partidas e nas respectivas sedes das agremiações envolvidas. Os próprios clubes, através da sua Liga, alteraram o sistema em 2007/2008. Sobre os ingressos, a Liga e o CONI, o Comitê Olímpico da Bota, ficam com 20% e os dois contendores, 40% cada qual. A neutralidade do estádio e a divisão equitativa dos “tifosi” limitam qualquer favoritismo. Entretanto, basta entender os números do Campeonato para vislumbrar que existem diferenças. Embora dois pontos atrás do Milan, e apenas seis a se disputarem, a Inter ainda fantasia um “miracolo” capaz de produzir uma reviravolta. E está nove pontos à frente da Juve. Ostenta o melhor ataque, a melhor defesa do certame, 78 gols contra 31. A “Senhora” tem uma boa retaguarda, 33 tentos. Todavia, uma sofrível ofensiva, 55. Dois dos integrantes do seu tridente de frente, Vlahovic e Morata, vivem uma estiagem. O espanhol não marca desde 12 de Março. E o sérvio, 16 de Abril.

Vlahovic, da Juve, quatro partidas sem gols
Vlahovic, da Juve, quatro partidas sem gols Vlahovic, da Juve, quatro partidas sem gols

No seu trajeto dentro da Copa Itália, as duas equipes se desincumbiram de maneira praticamente igual. A Inter se desvencilhou de Empoli (3 X 2), Roma (2 X 0) e Milan (0 X 0 e 3 X 0). A Juve, de Sampdoria (4 X 1), Sassuolo (2 X 1) e Fiorentina (1 X 0 e 2 X 0). Na temporada toda, a “Bisicione” suplanta a “Senhora”. No “Nazionale”, em seus domínios um empate 0 X 0, em viagem uma vitória por 1 X 0, mais o sucesso na Supercopa, 2 X 1. A Juve, de todo modo, prevalece no global dos desafios. Aquele desta quarta será o de número 245 no duelo batizado de “Derby d’Italia”. Até agora a Juve somou 110 sucessos contra 74 da Inter, registrou 346 tentos e sofreu 300. Na Copa Itália, especificamente, a contenda de número 34. Desse total, a Juve soma 15 vitórias contra 10 da Inter, folga de 50 X 39 nos gols.

A Mole Antonelliana, mácula no perfil de Turim
A Mole Antonelliana, mácula no perfil de Turim A Mole Antonelliana, mácula no perfil de Turim

E por quê “Derby d’Italia”? No Calcio da Bota existem quatro clássicos “stracittadini” – entre as agremiações de uma mesma localidade, cada qual com o seu apelido. Em homenagem à estátua da mãe de Cristo que se localiza no topo do Duomo, o combate Inter e Milan virou o “Derby della Madonnina”. Razões óbvias transformaram Lazio X Roma no “Derby della Capitale”. Por causa, mil perdões, de uma horrorosa edificação que contamina o belo perfil arquitetônico do Centro Histórico de Turim, o jogo entre a Juve e o Torino virou o “Derby della Mole”. Honraria a um farol que, ainda hoje, orienta os navegantes no acesso ao porto de Gênova, Genoa X Sampdoria virou “Derby della Lanterna”. Em 1967, atiçado por colegas da Mídia que debatiam qual seria o combate mais significativo do “Calcio”, o antológico Gianni Brera (1919-1992), desde 1949 o editor-chefe da “Gazzetta dello Sport”, não titubeou e escreveu um artigo em que utilizou a alegoria para descrever um Inter X Juventus.

Publicidade
Um trem da "Frecciarossa", a patrocinadora oficial do Calcio da Bota
Um trem da "Frecciarossa", a patrocinadora oficial do Calcio da Bota Um trem da "Frecciarossa", a patrocinadora oficial do Calcio da Bota

Nada melhor, aliás, para celebrar o Jubileu de Diamante da Copa Itália, ou a sua edição 75, embora, ironicamente, a disputa já tenha um século de vida. Estreou como competição oficial em 1922, vitória do Vado, clube que, hoje amador, se esconde na Série D, ou a quarta divisão do Calcio. Então, teve 38 representantes das sete regiões no norte da Bota. Então, com o tempo, passou a hospedar times das repartições inferiores, de todas as vinte regiões da Itália. No entanto, nesses cem anos, em diversas vezes se interrompeu até se firmar em 1957/1958 com o triunfo da Lazio. Já chegou ao recorde de 78 times. Hoje, patrocinada pela Frecciarossa, a empresa de trens de alta velocidade que cruza a Bota, ostenta apenas 44 times, os 20 da Série A, os 20 da B, os quatro primeiros da C. Esta edição começou em 7 de agosto de 2021 e aqui teve 45 partidas e 150 tentos, a média de 3,33. A Juve, detentora do troféu, acumula 14 títulos. A Inter ganhou sete. Menos do que os nove da Roma.

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.