Silvio Lancellotti Mesmo desfalcados os Warriors batem os Blazers por 116 a 94  

Mesmo desfalcados os Warriors batem os Blazers por 116 a 94  

Ainda sem Kevin Durant e DeMarcus Cousins, média de 50 pontos por jogo e salários somados de US$ 35,3 milhões/ano, os bicampeões voltam a brilhar

Stephen Curry, 35 dos 116 pontos dos Warriors

Stephen Curry, 35 dos 116 pontos dos Warriors

@NBA

Durante exatos 62” da etapa inicial, os Trail Blazers de Porttland, Estado do Oregon, sentiram a ilusão de um triunfo sobre os Golden State Warriors de Oakland, na vizinha Califórnia, placar de 5 X 0 na primeira partida da decisiva melhor-de-sete da Conferência Oeste da NBA, a entidade que organiza o Basquetebol profissional dos Estados Unidos e no Canadá. Depois, porém, paulatinamente se tornou inexorável a supremacia dos donos da casa, a Oracle Arena, repleta com seus 19.596 espectadores, na imensa maioria vestidos de camisetas amarelas, graciosamente cedidas pela direção do time.

A Oracle Arena, repleta em amarelo

A Oracle Arena, repleta em amarelo

@Warriors

Os Warriors terminaram o quarto inicial de 12’ com 27 X 23. Fecharam o primeiro tempo em 54 X 45. O terceiro quarto com 77 X 71. E finalizaram o cotejo sossegados, resultado dominante de 116 a 94. Mais significativo do que o sucesso foi o fato de, novamente, atuarem sem os super-craques DeMarcus Cousins e Kevin Durant, ambos lesionados. Cousins, que saboreia um contrato de US$ 5.3 milhões ao ano, talvez fora do restante da temporada com uma contusão no quadríceps, o músculo posterior da sua coxa esquerda. Durant, que abiscoita, em doze meses, uma bagatela de US$ 30 milhões, convalesce de dores provenientes de uma contratura na panturrilha direita.

Klay Thompson, 26 dos 116 pontos dos Warriors

Klay Thompson, 26 dos 116 pontos dos Warriors

@Warriors

Ambos, na média, são capazes de contribuir com 15 e 35 pontos, respectivamente, por partida. Nesta noite de 14 de Maio de 2019, porém, de todos os 12 atletas da equipe do treinador Steve Kerr, 11 participaram dos 116, com o destaque primordial para Stephen Curry (36) e para Klay Thompson (26). Draymond Green anotou 12 pontos mas colaborou com 10 rebotes e 5 assistências. Até mesmo os coadjuvantes do time, por exemplo, Quinn Cook e Jonas Jerebko, tiveram os seus momentos de astros. Em apenas 12’55” de ação, Cook cravou 8 pontos. Jerebko obteve 9 em 14’52”. Embora a zero, Jacob Cook auxiliou os colegas como um marcador implacável em 2’30”.

A festa do título de 2018

A festa do título de 2018

@Warriors

A série prosseguirá em Oakland na próxima quinta-feira, dia 16. Depois, haverá duas pugnas em Portland, sábado 18 e segunda-feira 20. Caso necessário, na outra quarta, 22, retornará a Oakland. A tabela ainda prevê as datas de sexta 24 para mais uma porfia em Portland, e de novo em Oakland, a derradeira, no domingo 26. Os Warriors são os campeões da Conferência Oeste desde 2015. Também arrebataram o prêmio máximo da NBA, o Larry O’Brien Trophy, em 2015, 2017 e 2018. Para se ter uma idéia da importância de Durant, foi ele o MVP, o Jogador Mais Valioso, em 2017 e 2018.


Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Twittar”, ou deixe a sua opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!