Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Vitória do Brasil antes do jogo. Ameaçou não receber as medalhas

O COI queria que só 18 jogadores participassem da premiação. Só que eram 22 convocados. Brasil se posicionou. Ou todos recebiam ou nenhum. Ganhou o braço de ferro. Ensinou o espírito olímpico ao COI

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Brasil se posicionou. Ou todos os 22 jogadores receberiam as medalhas ou nenhum
Brasil se posicionou. Ou todos os 22 jogadores receberiam as medalhas ou nenhum Brasil se posicionou. Ou todos os 22 jogadores receberiam as medalhas ou nenhum

São Paulo, Brasil

A Seleção Olímpica do Brasil já venceu antes de começar a partida, hoje, em Yokohama.

Os jogadores e Comissão Técnica ficaram revoltados há dois dias. Ao receberam a informação do Comitê Olímpico Internacional.

O COI, normalmente, só libera a convocação de 18 atletas. Por conta da pandemia, houve a permissão de cada país chamar 22 atletas. Mas só sete ficavam no banco de reservas.

Publicidade

Na quinta-feira, a Seleção Brasileira soube que só seriam liberados 18 jogadores para receberem a medalha de ouro ou prata.

Os sete atletas que não ficassem no banco, receberiam depois, não na premiação, suas medalhas.

Publicidade

Foi o que revoltou o coordenador Branco, o capitão Daniel Alves, o técnico André Jardine e todos os jogadores.

A decisão foi tomada.

Publicidade

E repassada para a Fifa, não ao COI.

Ou iriam todos os 22 jogadores receberem a medalha ou o Brasil não iria participar da festa de premiação. O que seria caótico.

A Fifa avisou ao COI, que recuou.

Para não ser uma vitória da Seleção Masculina do Brasil, os times do Canadá e da Suécia, que fizeram a final feminina olímpica, puderam levar suas 22 jogadores ao pódio.

E hoje, os 22 atletas da Seleção puderam participar, de maneira justa, das entregas da medalha. Assim como os espanhóis.

Vitória brasileira.

Ensinou ao COI, o espírito olímpico...

Daniel Alves, medalha de ouro: veja as 42 conquistas do 'papa-títulos'

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.