Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rimoli Copa 2018
Publicidade

Neymar pai busca a paz com Galvão Bueno

O empresário e pai de Neymar trabalha para a pacificação com a Globo. Já exigiu que os parças parassem de atacar Galvão e Casagrande

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Neymar pai quer a velha parceria entre o filho e Galvão Bueno
Neymar pai quer a velha parceria entre o filho e Galvão Bueno Neymar pai quer a velha parceria entre o filho e Galvão Bueno

Sochi, Rússia

"Pessoal, Neymar pai falando. Gente, segura as redes sociais com xingamentos direcionados a quem quer que seja. Se quiserem apoiar o Juninho (forma como o pai se refere ao jogador), que seja de uma forma positiva de apoio e amizade. Vamos esquecer os antis e seja lá quem for. Vamos vencer essa Copa com a torcida e a premissa de Deus.

"Sei o quanto vocês amam meu filho e querem protegê-lo, mas essas atitudes só irão contaminá-lo com a mesma revolta, por ele também amá-los. Vamos usar as armas e escudos certos, com oração e fé de que no final tudo dará certo, se Deus quiser. Aos amigos, meu pedido. Abraços, Ney pai."

Essa mensagem nas redes sociais foi a sinalização pública do pai de Neymar. Ele quer a paz com os críticos do filho. Principalmente Galvão Bueno e Casagrande. 

Publicidade

Os famigerados 'parças', amigos mais íntimos do jogador, muitos deles sustentados por ele na Europa, decidiram se vingar do narrador e do comentarista globais. Colocaram todo tipo de ofensa nas redes sociais aos dois, depois da vitória contra Costa Rica. Neymar decidiu começar uma greve de silêncio, exatamente como fez na Olimpíada do Rio.

Até Juninho Pernambucano, ex-comentarista da próprio Globo, entrou na farra. E decidiu atacar violentamente Galvão Bueno nas suas redes sociais e defender o camisa 10 do Brasil.

Publicidade

Mas Neymar pai percebeu que o enredo pode não ser o mesmo.

Na competição de 2016, o Brasil entrou com sua força máxima contra selecionados que vieram ao país com o segundo, com o terceiro time. A medalha de ouro foi conquistada diante da Alemanha com nove jogadores importantes, com idade olímpica, que simplesmente ganharam férias.

Publicidade
Juninho Pernammbucano atacou Galvão Bueno e defendeu Neymar
Juninho Pernammbucano atacou Galvão Bueno e defendeu Neymar Juninho Pernammbucano atacou Galvão Bueno e defendeu Neymar

Na Copa do Mundo, não. A Seleção de Tite tem reais chances de fracassar. Os melhores selecionados do planeta estão aqui na Rússia. E a perspectiva de conquista é difícil. Bem ao contrário do que foi com a Olimpíada.

A greve de silêncio de Neymar poderia terminar de maneira patética, com o Brasil eliminado da Copa e o maior talento da Seleção fazendo birra por ter sido criticado por Galvão Bueno e Casagrande.

Em 2014, Neymar pai amarrou um contrato de exclusividade com a emissora carioca. Seu filho era obrigado a dar entrevistas para a Globo durante a Copa, desprezando os outros veículos de comunicação.

Neymar pai tem dois grandes amigos na emissora. O primeiro teve relações comerciais com filho. Ronaldo Fenômeno, convidado especial para comentar o Mundial. E o repórter Mauro Naves. 

O trio está discretamente buscando a reaproximação. 

Não por amor.

Mas por medo.

Assim como há o receio de Neymar pai que o Brasil perca a Copa e o filho fique estigmatizado, marcado pelas fortes críticas de Galvão e Casagrande, existe o outro lado.

O da cúpula da Globo que a Seleção conquiste o Mundial. E, assim como aconteceu na Olimpíada, a emissora sofra toda a represália pública por não ter apoiado o mais talentoso e egocêntrico jogador de Tite.

Neymar sempre deixou as questões mais complicadas da sua vida para o pai
Neymar sempre deixou as questões mais complicadas da sua vida para o pai Neymar sempre deixou as questões mais complicadas da sua vida para o pai

A reaproximação está acontecendo em todas as áreas por parte da emissora. Nos últimos dias as críticas ao atleta desapareceram. Assim também como os 'parças' sossegaram. 

Neymar pai segue a campanha.

Escrevendo parábolas pacificadoras nas redes socias.

Bruna Marquezine, atriz da emissora carioca, não se envolveu na disputa. Ficou dois dia na Rússia, e ao contrário do que muitos colunistas sociais noticiaram, preferiu voltar para o Rio de Janeiro.

Ronaldo, ex-funcionário de Neymar, é peça chave na reaproximação da Globo
Ronaldo, ex-funcionário de Neymar, é peça chave na reaproximação da Globo Ronaldo, ex-funcionário de Neymar, é peça chave na reaproximação da Globo

A princípio, o pai de Neymar conseguiu a paz.

A princípio.

Não há como garantir o que acontecerá em caso de vexame brasileiro...

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.