Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Blog do Nicola
Publicidade

Em crise, Timão discute demissão de técnico e futuro de Cássio

António Oliveira balança após nova derrota; já o goleiro pode ir para o banco após admitir má fase e busca por psicólogo

Blog do Nicola|Jorge NicolaOpens in new window

Cássio fora? Goleiro tem sido muito criticado após falhas e já cogita deixar o Timão em dezembro

Rachado politicamente, o Corinthians também tem diversos problemas grandes dentro das quatro linhas. E o presidente Augusto Melo discutirá com Fabinho Soldado, executivo de futebol do clube, temas importantes até o jogo contra o Fluminense, no domingo, na Neo Química Arena.

A pressão pela demissão do técnico António Oliveira já chegou ao Parque São Jorge, especialmente depois da derrota por 1 a 0 para os reservas do Argentinos Juniors, em Buenos Aires, nesta terça-feira. O Timão perdeu vem de três derrotas seguidas e não marca gols há quatro rodadas.

A tendência é que o português ganhe mais uma chance. Porém, outro tropeço no Brasileirão, torneio em que o Corinthians tem só um ponto em nove disputados, determine o fim de sua curta passagem, com só 15 partidas e uma única vitória contra clubes de primeira divisão (o Nacional, do Paraguai) e outra contra times de segunda divisão (o Botafogo, de Ribeirão Preto).

E o Cássio? Maior ídolo do atual elenco, Cássio voltou a falhar em Buenos Aires. Depois da partida, o goleiro deixou no ar a possibilidade de buscar outro clube em 2025 - seu contrato se encerra em 31 de dezembro.

Publicidade

E mais: admitiu que está abalado psicologicamente e que aceitaria perder a condição de titular temporariamente para Carlos Miguel, alvo recente de Santos e Cruzeiro.

Vai caber a Augusto, Fabinho e a António Oliveira, caso ele continue, debater a saída de Cássio do time, ainda que momentaneamente.


Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.