Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Punição sobre episódio do Choque-Rei é a decadência do futebol!

Xingamentos, xenofobia, pedidos de desculpas e multa. Nosso futebol não é exemplar, e sim, conivente com os atos deploráveis

Blog do Fabiano Farah|Fabiano Farah

Os desdobramentos dos xingamentos, da xenofobia e do péssimo exemplo esportivo dos dirigentes do São Paulo após o clássico contra o Palmeiras é um insulto a qualquer torcedor.

Todas aquelas acusações, insultos e tudo de ruim que um esporte como o futebol não pode proporcionar, valem, para o Tribunal de Justiça Desportiva, uma multa de R$ 205 mil e um vídeo de retratação.

É impressionante como a impunidade é soberana em algumas situações.

É impressionante como os péssimos costumes são considerados "coisas do jogo" até mesmo por quem tem que colocar ordem e dar o exemplo!

Publicidade

O afastamento de Carlos Belmonte, diretor de futebol do São Paulo, é um dos maiores absurdos e conivências com atos xenofóbicos que passam impunes.

E não é só no futebol! Imagine quantos cidadãos não passam diariamente por isso!

Publicidade

Enquanto Vini Jr. luta contra o racismo na Europa, por aqui, deixamos a luta dele de lado!

Belmonte, por chamar Abel Ferreira de"português de m..." pagará R$ 50 mil de multa e ficará sem ir aos jogos do Tricolor até o fim do Paulista!

Publicidade

E olha que o artigo que ele foi enquadrado previa punição de até 270 dias!

TJD aceitou!

Os atletas envolvidos também pagarão multa, e tá tudo resolvido?

Claro que não!

Leila Pereira, presidente do Palmeiras, já avisou que a situação não ficará assim!

O Palmeiras vai acionar o dirigente do São Paulo na justiça!

Afinal, o que parece ser mais sincero: o vídeo de Belmonte pedindo desculpas ou os xingamentos do dirigente após a partida?

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.