Esportes Felipão critica postura do Grêmio após derrota: 'Tem de ter raiva do adversário'

Felipão critica postura do Grêmio após derrota: 'Tem de ter raiva do adversário'

A paciência de Felipão está por um fio no Grêmio. O técnico ficou bastante indignado com a postura do time após a derrota por 2 a 1 para o São Paulo, no Morumbi. O gol sofrido aos 48 minutos do segundo tempo fizeram o treinador explodir. Sem poupar críticas, pediu mais "garra, vontade, determinação, ânimo" e para o grupo encarar todos os jogos como "finais".

"Precisamos trabalhar e mudar nosso sentido anímico em campo e fora. Temos de ter raiva do adversário, saber que o ele é o final do mundo. Temos de jogar todo o jogo como se fosse o último", disparou. "Nesse momento, tempos de jogar com ânimo, com determinação, com mais vontade, mais garra, mais pegada... Vamos tentar mudar essa situação de um jeito ou outro, colocando A ou B, mudando esquema, porque não queremos perder da forma como foi", afirmou, bastante irritado com o gol no fim.

"Temos de fazer eles (jogadores) entenderem o quanto é importante um ponto, principalmente contra um adversário direto. Estamos tentando, mas é uma situação um pouco diferente do que a gente pode imaginar", ressaltou. "Quando vamos dar um salto de confiança, tem uma derrota, jogamos bem contra o Bragantino, mas em uma bola, levamos o gol. Temos de ter outro tipo de postura para que comece um caminho mais sólido."

O vídeo da derrota para o São Paulo servirá para as próximas palestra antes dos jogos de Felipão. Ele vai bater na tecla que se faz necessário atenção até o fim para o Grêmio escapar da zona de rebaixamento e permanecer na elite.

"A gente tem de fazer o difícil ficar um pouquinho melhor, e é isso que estamos tentando. Precisamos jogar diferente, ser diferentes, aceitarmos aonde estamos para fazermos diferente", afirmou. Mas nada de caça às bruxas, de apontar alguém como único culpado.

"O Jean Pyerre cumpriu o papel predeterminado. Ele tentou cumprir dentro do esquema que impomos, tentou na criação. Mas fomos envolvidos pelo São Paulo, não foi só o Jean Pyerre que pecou. A equipe toda."

O presidente Romildo Bolzan também não gostou nada do resultado negativo e cobrou reação imediata já no jogo contra o Cuiabá, quarta-feira, em partida adiada da quinta rodada.

"O Grêmio perdeu uma partida que não merecia perder por falhas individuais, mas estamos trabalhando muito forte para reverter esse momento", disse o presidente. "Esse grupo tem que dar resposta justamente pela capacidade que tem, e nós estamos todos juntos para que isso efetivamente aconteça. Nesse momento nós temos que fazermos por nós mesmos para sair dessa situação."

Últimas