Vitórias sobre o Uruguai recolocam o Brasil no Top 10 do basquete masculino

A seleção brasileira masculina de basquete está de volta ao Top 10 do mundo. Nesta terça-feira, a Federação Internacional de Basquete (Fiba) divulgou a atualização do seu ranking após a primeira janela de partidas das Eliminatórias da Copa América de 2021, que será no Chile. E o Brasil, que venceu o Uruguai nos dois duelos, ultrapassou a Rússia, deixou a 11.ª colocação e voltou a estar entre as 10 melhores.

Com a atualização da Fiba, o Brasil agora está com 589,4 pontos, contra 585,4 dos russos. A República Checa foi outra que ganhou uma colocação e ocupa o nono lugar, com 591,5. No momento, o time comandado pelo técnico croata Aleksandar Petrovic está à frente de países como Itália, Croácia, Eslovênia, Alemanha e Canadá.

A liderança segue com os Estados Unidos, com 781,6 pontos, seguido pela Espanha, a atual campeã mundial, com 722,9. A Austrália está em terceiro lugar, a Argentina ocupa a quarta colocação e o Top 5 é completado agora pela Sérvia, que trocou de posição com a França. A lista dos 10 primeiros é completada pela Grécia, em sétimo, e a Lituânia, em oitavo.

Em fevereiro, o Brasil derrotou o Uruguai por 83 a 72, em São José dos Pinhais (PR), e por 83 a 76, em Montevidéu. O Grupo B das Eliminatórias da Copa América também conta com Paraguai e Panamá, sendo que os três primeiros se classificam para o torneio continental de 2021. Os próximos compromissos no qualificatório serão em novembro - nos dias 26, em casa, contra o Panamá, e 29, diante do Paraguai, também como mandante.

Antes, em junho, a seleção se reunirá para a disputa do Pré-Olímpico, com Tunísia e Croácia sendo os adversários na primeira fase. Se avançar às semifinais, vai encarar México, Rússia ou Alemanha. Mas só o campeão do qualificatório vai os Jogos de Tóquio-2020.