Tatame Após ação judicial contra o UFC, Mark Hunt detona ‘Ilha da Luta’ e dispara contra a franquia: ‘Não se importam com os atletas’

Após ação judicial contra o UFC, Mark Hunt detona ‘Ilha da Luta’ e dispara contra a franquia: ‘Não se importam com os atletas’

Sem lutar desde 2018, Mark Hunt está atualmente com 46 anos e encontra-se aposentado do MMA. Apesar... The post Após ação judicial contra o UFC, Mark Hunt detona ‘Ilha da Luta’ e dispara contra a franquia: ‘Não se importam com os atletas’ appeared first on TATAME.

Tatame

Sem lutar desde 2018, Mark Hunt está atualmente com 46 anos e encontra-se aposentado do MMA. Apesar disso, o agora ex-lutador segue protagonizando polêmicas contra o UFC e também com Dana White, presidente da organização, com quem não vinha tendo uma boa relação nos últimos anos. O neozelandês, inclusive, chegou a entrar com um processo judicial contra a organização, em 2017, mas o tribunal de Nevada (EUA), no final das contas, decidiu a favor do UFC.

O problema entre Hunt e Ultimate teve início após o duelo do atleta diante de Brock Lesnar, no UFC 200, em 2016. Na ocasião, Mark acabou sendo derrotado por decisão unânime, mas dias depois, o americano foi flagrado em um exame antidoping e suspenso pela USADA (Agência Antidoping dos EUA). Com isso, a vitória de Lesnar foi revertida para ‘No Contest’ (luta sem resultado). A insatisfação do peso-pesado é que ele gostaria de ter recebido a bolsa integral de US$ 2,5 milhões (algo em torno de R$ 10,5 milhões) por conta da violação do seu rival, o que não foi atendido.

Desde então, Hunt disparou inúmeras acusações e críticas ao UFC. A mais recente se refere à ideia de Dana White em desenvolver uma “Ilha da Luta” para que seja possível realizar eventos do Ultimate em meio à pandemia do coronavírus e também de promover combates envolvendo lutadores que não sejam americanos. Em entrevista ao site MMA Fighting, fez duras críticas à ação feita pelo Ultimate, “detonando” o sistema elaborado pela franquia.

“Tudo o que os fãs estão fazendo é pagando para eles (UFC) ficarem cada vez mais ricos, e todos esses lutadores estão se ferrando. Então, não os apoio de jeito algum. Não me importo com o que eles estão fazendo. Promover algumas lutas em uma ilha, quem se importa? Eles permitem esses enganadores se darem bem e são apenas negócios. Lutadores de UFC nem são empregados. Eles são empreiteiros. Eles dividem 4% da receita, então por que você apoiaria isso? Os lutadores não estão conseguindo os benefícios. Eu acho que é uma piada de mau gosto”, disparou Mark Hunt, fazendo mais críticas ao UFC na sequência.

“Eles deixam trapaceiros lutando contra caras que não trapaceiam e não dão a mínima se morrem ou não. Veja como eles tratam os lutadores. Você acha que o UFC realmente se importa com os lutadores ou as pessoas que assistem às lutas? Você acha que o UFC se importa com as pessoas? Eles não dão a mínima. As pessoas precisam realmente ver o que estão fazendo. Estou muito feliz por poder falar livremente sobre tudo isso, em vez de tentar segurar minha língua. Eu apenas tentei fazer o meu trabalho e estou cansado de ser ferrado pela empresa”, encerrou.

The post Após ação judicial contra o UFC, Mark Hunt detona ‘Ilha da Luta’ e dispara contra a franquia: ‘Não se importam com os atletas’ appeared first on TATAME.

Últimas