Esportes Rebeca Andrade cai na entrada da trave e fica sem medalha 

Rebeca Andrade cai na entrada da trave e fica sem medalha 

Brasileira foi a quinta a se apresentar no aparelho no Mundial de Ginástica e terminou em sexto lugar com 12.500 de pontuação

  • Esportes | Do R7

Rebeca Andrade compete na prova de trave durante o Campeonato Mundial de Ginástica

Rebeca Andrade compete na prova de trave durante o Campeonato Mundial de Ginástica

Philip Fong/AFP - 24.10.2021

Rebeca Andrade se despediu do Campeonato Mundial de Ginástica Artística, em Kitakyushu, no Japão, sem medalha neste domingo (24). A atleta brasileira caiu na entrada da trave e terminou em sexto lugar no aparelho. No entanto, no sábado (23), Rebeca garantiu para o país um ouro no salto e uma medalha de prata inédita nas paralelas.

Na trave, a brasileira se classificou em nono lugar nas eliminatórias, mas teve seu lugar garantido porque na sua frente estavam três atletas americanas, e apenas duas de cada país podem participar da final.

"A medalha na trave não veio, mas a nossa Rebeca encerra sua participação no Campeonato Mundial de Kitakyushu Flag of Japan de maneira GIGANTE! São DUAS medalhas mundiais, um resultado inédito e histórico. A brasileira segue com a melhor campanha da Ginástica Artística Feminina do Brasil!", escreveu a confederação.

Fazendo história

A atleta Rebeca Andrade novamente fez história e se tornou a primeira ginasta brasileira a conquistar duas medalhas em uma edição de Campeonato Mundial neste sábado (23). Ela levou o ouro no salto e a prata nas barras, a primeira medalha brasileira na modalidade das paralelas.

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a paulista de 22 anos já havia se tornado a primeira atleta do Brasil a conquistar uma medalha de ouro e uma de prata em uma única edição dos Jogos.

Últimas