Silvio Lancellotti Na Itália, já principiou a temporada do Calcio, a Juventus dominante

Na Itália, já principiou a temporada do Calcio, a Juventus dominante

Mesmo numa estréia medíocre, 1 X 0 sobre o Parma, a "Velha Senhora" de Turim demonstrou potência para arrebatar o seu nono título consecutivo

De celeste, a Juve celebra a sua primeira vitória em 2019/20

De celeste, a Juve celebra a sua primeira vitória em 2019/20

@Juventus

No dia 20 de Abril, um sábado, diante da sua torcida, no Allianz Stadium da capital do Piemonte, repleto em seus 41.507 lugares, sem contar os inevitáveis 2.000 penetras, ao sobrepujar a Fiorentina por 2 X 1 a Juventus de Turim açambarcou o seu 35º “scudetto” no campeonato da Bota, o seu oitavo em sequência. A grande conquista aconteceu aos 108 anos, 5 meses e 22 dias de existência da chamada “Velha Senhora”. Pois neste 24 de Agosto, agora 96 dias depois daquela celebração, a “Zebra” alvinegra começou uma nova jornada de galope e de potência à procura das primazias do Calcio.

Visão aérea do Tardini

Visão aérea do Tardini

Parma Calcio 1913

Aconteceu no Ennio Tardini, em Parma, evidentemente a “Terra do Queijo de Macarrão e do Presunto Cru”, cidade da Emìlia-Romagna, cerca de 250 quilômetros de Turim, um estádio bem simpático de 22.352 lugares, situado em pleno centro urbano e sede do hoje Parma Calcio 1913. A campeoníssima visitante, de fardamento inusitado, em azul-celeste, se exibiu modestamente. Mas, com o placar mínimo, 1 X 0, se safou da sua primeira viagem.

O Parma, campeão da Europa League em 1999

O Parma, campeão da Europa League em 1999

Parma Calcio 1913

Embora tão centenário como a Juve, o time dos “Ducali”, que alcançou o apogeu com os títulos da Europa League de 1995 e de 1999, faliu e trocou de nome três vezes, até assumir o seu batismo atual. Perambulou nas divisões de baixo, re-subiu à Série A em 2018, quase caiu de novo em 2019 e enfrenta o certame de 2019/20, na sua temporada de número 88 na História do Calcio, sem pretensões além de ficar entre os 16 sobreviventes dos 20 inscritos.

Giovanni Martusciello

Giovanni Martusciello

juventus.com

Fora do clube o treinador Massimiliano Allegri, desfeito o seu casamento com a Juve mesmo depois de cinco dos oito “scudetto”, a equipe também não pôde apresentar, de forma oficial, em campo, o seu substituto, Maurizio Sarri. Convalescente de uma infecção pulmonar, o napolitano, ex-Chelsea, cedeu o posto ao assistente Giovanni Martusciello, 48 de idade, ex-meio-campista.

Roberto D'Aversa

Roberto D'Aversa

Parma Calcio 1913

O treinador do Parma, Roberto D’Aversa, outro volante do passado, 44, já comanda os “Ducali” desde 2014. Seu principal destaque: o marfinense Gervinho, ala-artilheiro, ex-Arsenal de Londres e ex-Roma. Pouco, em relação aos super-astros da “Senhora”, do lusitano Cristiano Ronaldo ao holandês Matthijs de Ligt, central contratado ao Ajax de Amsterdam pelo equivalente a R$ 360 milhões, valor mais elevado que já se pagou por um defensor.

Chiellini, com DiSciglio, 1 X 0

Chiellini, com DiSciglio, 1 X 0

@juventusfc

Da “panchina” dos reservas, aliás, De Ligt testemunhou o tento de 1 X 0 da nova “squadra”, registrado aos 20’ pelo becão Chiellini, 35 completados no último dia 14, a sua “rete” de número 28 em 386 pelejas com a sua equipe no campeonato da Série A. Um lance que envolveu dois brasileiros. Escanteio levantado por Douglas Costa, o tiro de Alex Sandro e o desvio, de destra, do veteraníssimo capitão, um canhoto. Uma vantagem natural da “Zebra”.

O impedimento, milimétrico, do CR7

O impedimento, milimétrico, do CR7

@juventusfc

Douglas Costa ainda participaria, e esplendidamente, de um segundo tento da Juve, aos 30’, gol que, sem o VAR, jamais seria invalidado, tão insignificante foi a posição de impedimento de Cristiano Ronaldo, ou o CR7, receptor do passe magistral do ala de Sapucaia do Sul/RS, disparado o melhor do cotejo. Fabio Maresca, o árbitro do prélio, decidiu acertadamente pela anulação.

A vibração dos "Ducali" na sua estréia no Tardini

A vibração dos "Ducali" na sua estréia no Tardini

@ParmaCalcio1913

Claro, o Parma acordou e reagiu, com o apoio vibrante da sua “tifoseria”. De todo modo, a “rete” não faria falta à Juve. Apesar de uma estréia medíocre, a octocampeã fez os três pontos necessários a inaugurar a sua marcha rumo a um inacreditável nono troféu consecutivo. Sim, Maurizio Sarri dispõe de um elenco excelente. Só que, por enquanto, ainda não tem um time.


Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Tuitar”, ou deixe a sua opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!