Silvio Lancellotti Eliminatórias da Copa: como andam na América do Sul e na Concacaf

Eliminatórias da Copa: como andam na América do Sul e na Concacaf

Na Conmebol, o Brasil, com todos os seus problemas de pandemia e de identidade, lidera tranquilamente. Do Caribe, já despontam mais duas seleções surpreendentes, Curaçao e Saint Kitts & Nevis. 

Brasil, celeremente a caminho do passaporte ao Qatar/2022

Brasil, celeremente a caminho do passaporte ao Qatar/2022

@Conmebol

Além até da ONU, com os seus 193 Estados-Membros, a FIFA, entidade que administra o Futebol no planeta, já ostenta 210 federações afiliadas. São 11 na Oceania/OFC, 46 na Ásia/AFC, 54 na África/CAF, 55 na Europa/UEFA, 10 na América do Sul/Conmebol e 34 na Concacaf, da América Central, da América do Norte e do Caribe. Na terça-feira, 8 de Junho, Conmebol e Concacaf fecharam uma fase das suas Eliminatórias à Copa do Qatar/2022.


CONMEBOL

Programadas para se iniciarem em 26 de Março de 2020, as suas ações nas Eliminatórias, comprometidas pela Covid-19, só começaram em 8 de Outubro de 2020. Com os seus cinco jogos da terça, formalmente encerrou a rodada número 8. Duas jornadas, porém, a 5 e a 6, ainda não aconteceram. A 5, de 8 de Outubro de 2020, foi transferida para 25 de Março e novamente adiada. Idem a 6, de 13 de Outubro de 2020 e mudada para 25 de Março.

A rodada 9 está prevista para 2 de Setembro. Ambas as duas suspensas apenas ocorrerão depois de se efetuar a de número 18, derradeira da tabela oficial, em 20 de Março. Até aqui se realizaram 30 prélios com 89 tentos, a boa média de 2.97. A América do Sul classificará, diretamente, ao Qatar, as quatro melhores da sua tabela de classificação. A sua quinta colocada, porém, ainda terá uma oportunidade suplementar nos chamados “playoffs inter-confederações” programados para Junho de 2022. Um sorteio, que também incluirá a quarta da Concacaf, a campeã da Oceania e uma nação repescada da África, definirá dois duelos de ida e volta. E as  duas equipes sobreviventes também viajarão ao Qatar.

Os cotejos da terça-feira, dia 8

EQUADOR 1 X 2 PERU
Quito, Equador, Estadio Rodrigo Paz Delgado
Árbitro: Esteban Ostojich (Uruguai)

Gols: Plata X Cueva, Advíncula

Péssima atuação do Equador, cujo gol só surgiu aos 93.

Uruguai, o desespero de Luisito Suárez por mais uma chance perdida contra a Venezuela

Uruguai, o desespero de Luisito Suárez por mais uma chance perdida contra a Venezuela

@Conmebol

VENEZUELA 0 X 0 URUGUAI
Caracas, Venezuela, Estadio Olímpico da UCV
Árbitro: Anderson Daronco (Brasil)

Empate horroroso do Uruguai, três gols desperdiçados.

COLÔMBIA 2 X 2 ARGENTINA
Barranquilla, Colômbia, Metropolitano Roberto Meléndez
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)

Gols: Muriel, Borja X Romero, Paredes

A Argentina fez 2 X 0 em 8’. Depois, se acomodou e pelo restante do prélio, sofreu uma pressão intensa da Colômbia que, enfim, igualou o marcador aos 94’.

Messi, o desalento da Argentina pelo empate da Colômbia

Messi, o desalento da Argentina pelo empate da Colômbia

@Conmebol

PARAGUAI 0 X 2 BRASIL
Assunção, Paraguai, Estadio Defensores del Chaco
Árbitro: Patrício Lostau (Argentina)

Gols: Neymar, Lucas Paquetá

Inapetente, o Paraguai sequer preocupou o Brasil.

CHILE 1 X 1 BOLÍVIA
Santiago, Chile, Estadio San Carlos de Apoquindo
Árbitro: Éber Aquino (Paraguai)

Gols: Pulgar X Moreno

Incrível, péssima, triste, a performance do Chile nestas Eliminatórias. Acabou por ceder o empate aos 81, num penal que Marcelo Moreno converteu, o seu tento de número 6, dos 9 da Bolívia no certame, o topo da artilharia. Neymar tem 5 dos 16 anotados pelo Brasil.

Próxima Rodada – Dia 2 de Setembro
PERU (4pontos/10ºlugar) X URUGUAI (8/4º)
VENEZUELA (4/9º) X ARGENTINA (12/2º
BOLÍVIA (5/8º) X COLÔMBIA (8/5º)
CHILE (6/7º) X BRASIL (18/1º)
EQUADOR (9/3º) X PARAGUAI (7/6º)

Estados Unidos, entre os cinco privilegiados da Concacaf

Estados Unidos, entre os cinco privilegiados da Concacaf

@Concacaf

CONCACAF

Entidade com 34 seleções, poupou cinco privilegiadas, as melhores no ranking da FIFA, de uma série inicial de combates qualificatórios. As cinco: México, EUA, Costa Rica, Jamaica e Honduras. Divididas em cinco grupos de cinco e uma chave de quatro, as outras 29 disputaram um torneio de turno único, peculiaridade que as obrigou a atuar duas vezes em viagem. As campeãs desses grupos, definidas na terça-feira, dia 8, agora participarão de uma fase de três mata-matas, ida e volta, em 12 e 15 de Junho.

SAINT KITTS & NEVIS X EL SALVADOR
Certamente a mais surpreendente das 29 seleções, Saint Kitts & Nevis, representante de uma ilha com cerca de 55.000 habitantes, eliminou a favoritíssima Trinidad e Tobago. Difícilmente, todavia, passará por El Salvador.

Canadá

Canadá

@Concacaf

HAITI X CANADÁ
Desde 1974, quando chegou à Copa da EAlemanha, o Haiti não se aproximava da fase mais importante da contenda. Ganhou um duelo duro contra a Nicarágua. O Canadá se promoveu em uma turma bem fraquinha, na qual se destacou o Suriname.

Um poster celebrativo da classificação de Curaçao

Um poster celebrativo da classificação de Curaçao

@Concacaf

PANAMÁ X CURAÇAO
Interessantíssimo este duelo entre o Panamá, que passou pela República Dominicana, e Curaçao, também uma ilha, de 180.000 habitantes, porém uma dependência da monarquia da Holanda. Curaçao venceu uma chave duríssima, que incluía Guatemala e Cuba.

Tradicionalmente, a Conmebol determina as suas vagas numa Copa em um certame Hexagonal, turno e returno, pelejas de ida e volta. Desta vez, vai acumular as cinco privilegiadas e as três sobreviventes dos mata-matas em um Octogonal, de Setembro até Março. Os três primeiros viajarão ao Qatar e o quarto se integrará aos “playoffs”.


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Últimas